Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Invictos, Ronaldo e Roberto Carlos são trunfo corintiano contra o Cruzeiro

Lateral ainda não perdeu no Pacaembu atuando pelo Corinthians e atacante, em oito jogos pelo Brasileiro, também não conheceu uma derrota

Bruno Winckler, iG São Paulo |

O Corinthians que enfrenta o Cruzeiro neste sábado, no Pacaembu, tem uma dupla que se mantiver uma escrita vai garantir à equipe paulista mais alguns pontos nesta disputa pelo título brasileiro. Ronaldo e Roberto Carlos defendem contra o time mineiro uma longa invencibilidade. A do lateral, no próprio estádio, a de Ronaldo, no Campeonato Brasileiro. Espero que continue assim. Estamos no caminho certo, disse Roberto Carlos ao iG, na sexta-feira.

O Corinthians ainda não perdeu em 2010 no Pacaembu com a presença dos dois maiores ícones do seu elenco. Por coincidência, Roberto Carlos, jogador que mais atuou no ano ¿ esteve em 56 das 66 partidas do time ¿ não entrou nos jogos em que o Corinthians perdeu para o Grêmio por 1 a 0 e para o Atlético-GO por 4 a 3, únicas derrotas do time como mandante no Brasileirão. Seu aproveitamento no estádio é espantoso. Nos 15 jogos em que atuou no Pacaembu pelo Brasileiro saiu vencedor em 13 e empatou duas vezes, o que lhe garante um aproveitamento de 86,6% dos pontos.

Quero continuar com essa média. Fico feliz em chegar ao Pacaembu e saber que tenho sorte ali. Ainda mais nessa reta final. São mais dois jogos e se a gente fizer nossa parte em casa vamos chegar à última rodada com boas chances de título, disse o lateral-esquerdo. Além do Cruzeiro, o Corinthians ainda enfrenta o Vasco no Pacaembu, dia 28. Fora de casa o time joga contra o Vitória, dia 21, em Salvador, e o Goiás, dia 5, na última rodada.

Roberto comemora os números favoráveis a ele, mas não considera que o time perdeu os dois jogos em que ele não estava somente porque não atuou. Não é porque fiquei de fora que o time perdeu. Foram desatenções mesmo. Sei que dou uma tranquilidade ao time, mas temos outros jogadores experientes que podem passar calma em momentos ruins de um jogo. Foi uma circunstância, falta de atenção mesmo, disse.

Mais do que valorizar o bom retrospecto no Pacaembu, Roberto reconhece que ganhou uma força extra para se manter imbatível no estádio: a presença de Ronaldo. Bem menos assíduo que o lateral no ano ¿ atuou em apenas 24 das 66 partidas da temporada ¿ o atacante participou das últimas cinco rodadas e não perdeu. Somadas às outras três partidas do Brasileirão que havia disputado, Ronaldo tem cinco vitórias e três empates no torneio.

A volta do Ronaldo deu um ânimo a mais para gente. Todos sabem da força que ele tem. É um trunfo incrível para esses últimos jogos. Tomara que eu e ele continuemos assim com essa marca de invencibilidade, comentou Roberto Carlos. O jogo contra o Cruzeiro é um grande desafio para nós. Um confronto direto. Se a gente fizer nosso papel vamos seguir muito forte na luta pelo título, disse o lateral.

Na entrevista coletiva que concedeu na quinta-feira Ronaldo comentou que se sente em casa no Pacaembu. Não é à toa. Dos 34 gols que marcou pelo Corinthians, 22 foram anotados no Pacaembu. É ótimo jogar lá, é a nossa casa. Parece que a gente sabe os cantinhos onde passar. A movimentação ali fica bem mais familiar. Isso sem falar no apoio da torcida, que nos motiva muito mais. Jogar em casa definitivamente é muito melhor, disse o Fenômeno.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthianscruzeiroronaldo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG