Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Invicto com Carpegiani, Richarlyson comemora evolução com treinador

Com contrato até o final deste ano, volante ainda não chegou a um acordo com o São Paulo para renovação

Gazeta Esportiva |

Após ser punido pelo STJD com mais uma partida de suspensão, o que o deixou fora do clássico contra o Corinthians, o volante Richarlyson está à disposição do técnico Paulo César Carpegiani para o confronto do próximo domingo, contra o Vasco, em São Januário. Nos sete jogos sob o comando de Carpegiani, o jogador são-paulino esteve presente em quatro e, curiosamente, o time paulista ganhou todos (contra Prudente, Santos, Atlético-PR e Cruzeiro). Apesar de comemorar este feito, Richarlyson lamentou a sua ausência em partidas decisivas.

"Fico feliz em saber que ainda estou invicto com Carpegiani no comando. Mas ao mesmo tempo eu fico triste, pois não consegui ajudar o pessoal na hora que precisava. Mas são só coincidências e o importante é a evolução da equipe com ele no comando. Agora é seguir trabalhando forte para que as coisas possam melhorar ainda mais", afirmou o volante, que não esteve presente nas duas únicas derrotas de Carpegiani no São Paulo, contra Ceará e Corinthians (ambas por 2 a 0).

Com o novo comandante, Richarlyson seguiu como importante peça na equipe do São Paulo, sendo utilizado tanto na lateral esquerda como no meio de campo. Para ajudar a equipe nesta reta final de Campeonato Brasileiro, o jogador quer esquecer as últimas partidas para pensar exclusivamente no próximo adversário.

"O clássico já passou e não adianta ficar lamentando. Felizmente eu não peguei tantos jogos de suspensão como estavam especulando. Já posso voltar contra o Vasco e ajudar o time nestes últimos jogos. Vou fazer o melhor possível para ajudar o São Paulo a terminar o campeonato de uma forma digna", afirmou.

Com contrato até o final deste ano, Richarlyson ainda não chegou a um acordo com o São Paulo para estender o seu vínculo. No entanto, o volante possui um incentivo de peso para permanecer no Tricolor: o técnico Paulo César Carpegiani, que declarou o seu desejo em continuar com o camisa 20 no elenco.

"É uma troca de confiança. Um treinador que abre espaço para diálogo. Todos nós estamos trabalhando em prol do grupo. Sempre tento fazer aquilo que ele pede. Fico feliz por tê-lo como treinador. Vai somar na minha carreira", elogiou.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofutebolsão paulo

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG