Responsável pelo negócio disse que torcedores ameaçaram fazer "de tudo para impedir a venda"

O Guarani passou meses negociando a venda do estádio Brinco de Ouro da Princesa a um grupo de investidores pelo valor de R$ 1 bilhão, mas o intermediador das negociações afirmou que esse grupo desistiu de comprar a área.

Enquanto o Guarani aguarda um posicionamento oficial da empresa, Luis Carreira Torres, responsável pela intermediação, disse que a decisão não tem volta. "A negociação está encerrada. O que eu posso falar é que os investidores preferiram se preservar e não se envolver em um ambiente que tem um grupo de torcedores que é contra o negócio. Já teve gente ligando para os investidores dizendo que faria de tudo para impedir a venda", garantiu Torres, em entrevista à 'Rádio Bandeirantes' de Campinas.

O acordo amenizaria as dívidas do clube, que giram em torno de R$ 130 milhões e o valor pago pelo Brinco de Ouro seria destinado à construção de um novo estádio às margens da Rodovia D. Pedro II e quitação das dívidas, enquanto o antigo estádio se transformaria em um shopping center.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.