Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Investidor, Inter espalha promessas e fracassos na Série B

23 ex-jogadores do clube gaúcho estão na segunda divisão, incluindo o artilheiro do campeonato

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Divulgação/AI Vitória
Chiquinho chegou há pouco tempo no Vitória
O Internacional é conhecido nos últimos tempos por ser um dos maiores investidores do futebol brasileiro. No início de 2011 era o clube com mais jogadores registrados na CBF.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O resultado é que os gaúchos acabam espalhando ex-jogadores por todos os cantos do Brasil, sejam eles promessas, que ainda pertencem ao clube e estão emprestados, ou refugos, que vieram, não deram certo e já se foram. 

A Série B do Brasileirão é um grande exemplo da alta rotatividade de jogadores no Beira-Rio. 23 atletas que já vestiram a camiseta vermelha estão na divisão de acesso, espalhados em 12 dos 20 participantes da B.

Artilheiros:
Um caso de sucesso em Porto Alegre é um dos destaques da Série B. Ricardo Jesus, artilheiro da competição em 2011, com 11 gols, foi formado no Beira-Rio. O atacante, de 26 anos, jogou no Inter entre 2003 e 2007, teve poucas chances, mas foi vendido para o Spartak Nalchik, da Rússia, por cerca de R$ 700 mil. Uma temporada depois, ele iria para o CSKA, rendendo mais R$ 1 milhão, pois o Inter ainda tinha 25% dos direitos econômicos. Agora ele brilha na Ponte Preta, emprestado pelo russos. O clube de Campinas ainda conta com os volantes Josimar (emprestado pelo Inter) e Paulinho (formado no Beira-Rio).

Outro goleador formado em Porto Alegre é Leandrão, do ABC. Tem cinco gols na Série B. Jogou no Inter entre 2000 e 2002. Voltou em 2005 e 2008, mas nunca conseguiu se firmar. Ele é companheiro do lateral-esquerdo Kauê, formado pelo Ituano, com breve passagem pelo Inter em 2004.

Uma promessa do Inter está marcando gols pelo Goiás. O centroavante Guto, 23 anos, era o goleador do time B, mas não conseguiu aprovar no grupo principal. Foi cedido para o clube goiano, onde já marcou quatro gols na segundona. Os veteranos Marcão e Iarley, com passagem marcante pelo Beira-Rio, também jogam lá. 

Afirmação:
O lateral-esquerdo Marcelo Cordeiro faz sucesso na Série B. Ele é titular absoluto da Portuguesa, líder da competição. O contrato com o Inter vai até o fim do ano, mas não conseguiu se firmar em Porto Alegre. Chegou em 2009, após se destacar pelo Vitória, mas viveu sempre na sombra do titular Kléber.

Chance de voltar para a Série A:
Paraná, Náutico e Criciúma, times de boa campanha na Série B, também empregam ex-colorados. O volante Maycon e o atacante Léo estão emprestados para os paranaenses. Na mesma situação estão o zagueiro Ronaldo Alves e o volante Derley, cedidos ao Náutico. O lateral-esquerdo Massari foi emprestado ao Criciúma. Em Santa Catarina encontrou o atacante Bryan, de rápida passagem pela base do Beira-Rio, e o técnico Guto Ferreira, que trabalhou meia década com jovens do clube gaúcho.

Divulgação/AI Vitória
Chiquinho chegou há pouco tempo no Vitória

Série C assusta:
Alguns outros jogadores estão em times que brigam na parte de baixo da tabela. O Vitória tem dois experientes: o lateral-esquerdo Chiquinho e o atacante Edu. Assim como o Vila Nova, que tem o goleiro Michel Alves e o experiente zagueiro Álvaro. O Barueri tem o atacante Léo Gamalho, de rápida passagem na base, e o lateral-direito Ângelo, contratado em 2008, mas que pouco jogou.

O volante Augusto Recife é titular do São Caetano. O meia Rodrigo Paulista, formado no Inter, agora veste a camisa do Guarani. Sport, Bragantino, Icasa, Boa Esporte, Salgueiro, Duque de Caxias, Americana e Asa não têm ex-jogadores do Inter no elenco.

Leia tudo sobre: Internacionalserie b 2011ponte pretaricardo jesus

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG