Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Invencibilidade e ataque do Coritiba desafiam defesa do Palmeiras

Em situações inversas, times abrem duelo pela quartas da Copa do Brasil na noite desta quinta-feira

Danilo Lavieri e Leonardo Fagundes, iG Esporte |

O confronto entre Coritiba e Palmeiras nesta quinta-feira opõe times em situações completamente opostas. Enquanto o time paranaense vem de 23 vitórias consecutivas e 28 partidas de invencibilidade, o paulistano foi eliminado no último domingo pelo arquirrival na semifinal do Paulistão. Se o time do sul do país se destaca pelos 75 gols marcados, o do sudeste é manchete pela melhor defesa, com apenas dez sofridos. Tudo isso vai em jogo nesta quinta-feira, no Couto Pereira, às 19h30, pelas quartas de final da Copa do Brasil.

Bill lidera o ataque do Coritiba, com 14 gols. Depois de correr o risco de ficar de fora por causa de uma expulsão nas oitavas de final da competição, o atacante avisa que o entrosamento e a união do elenco serão as principais armas para tentar passar pela barreira montada por Luiz Felipe Scolari.

“Estamos prontos e sabemos que não será fácil, pois o adversário conta com um elenco de qualidade. Por outro lado, também temos um bom elenco que está entrosado, unido e que fará o melhor em campo para jogar bem e buscar o resultado. Será um grande jogo”, explicou Bill, que não terá a companhia de Marcos Aurélio, que ficará por até seis semanas fora por causa de uma lesão.

Futura Press
Rafinha arma o chute durante o jogo contra o Caxias, que classificou o Coritiba


Enquanto isso, o Palmeiras parece ter ouvido bastante de Felipão que a principal arma do Coritiba é a jogada aérea e pediu muito respeito por isso. Durante toda a semana, os jogadores alertavam para o perigo que vinha do alto, especialmente depois de sofrer dois gols sofridos em jogadas de escanteio.

“Diante do Coritiba vão ser várias bolas aéreas. Eles fazem muitos gols de cabeça, tem uma zaga alta, que cabeceia bem. Por isso que o Felipão já treinou alguma coisinha para não errarmos nos momentos cruciais, como fizemos contra o Corinthians e contra o Mirassol”, disse o experiente volante Marcos Assunção.

O Palmeiras não poderá contar com o suspenso Thiago Heleno, e os machucados Cicinho e Valdivia. Os substitutos ainda são uma dúvida: na zaga, Leandro Amaro é quase certeza na escalação, pela direita, João Vítor deve ser escolhido. Já para o lugar do chileno, três opções são discutidas. Wellington Paulista, colocando Luan em uma função de meio-campo, Patrik, reforçando a velocidade no meio, ou Lincoln, em uma substituição que não muda muito o sistema de jogo.

AE
Wellington Paulista alimenta esperança de ser titular nesta quinta


“Se o Wellington entrar, serão dois atacantes. Geralmente a gente joga com um só. Claro que Luan, Tinga e Valdivia encostam quando precisam, mas não são atacantes. Muitas vezes, a gente fica isolado e na entrada do Wellington eu teria alguém mais próximo, com possibilidade de finalizar e de fazer tabela”, explicou Kleber.

Outra dúvida de Felipão, especialista em Copa do Brasil, com três títulos, fica por conta da meta. Deola não enfrenta problemas de lesão, mas pode perder a vaga para o ídolo da torcida Marcos, que parece 100% recuperado de uma lesão. Até pela capacidade de trocar peças sem perder muita força, o técnico do Coritiba, Marcelo Oliveira, prega atenção máxima de seus atletas para evitar que a sequência seja interrompida.

“Temos um grande respeito pelo Palmeiras, pela sua tradição, pelo comando que tem, e vamos nos preparar muito para fazer um bom jogo. O Palmeiras não tem só uma grande defesa, tem também um ataque muito forte, individualidades que podem decidir o jogo e a bola parada também bastante decisiva”, alertou Oliveira.

FICHA TÉCNICA – CORITIBA X PALMEIRAS

Data:05/05/2011, quinta-feira
Horário: 19h30 (de Brasília)
Local: Estádio Couto Pereira, Curitiba (PR)
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS/Fifa)
Assistentes: Altermir Hausmann (RS/Fifa) e Júlio César Rodrigues dos Santos (RS)

CORITIBA: Edson Bastos; Jonas, Pereira, Emerson e Eltinho; Leandro Donizete, Léo Gago, Rafinha e Davi; Marcos Aurélio e Bill.
Técnico: Marcelo Oliveira

PALMEIRAS: Deola (Marcos); João Vítor, Leandro Amaro, Danilo e Rivaldo; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Tinga, Lincoln (Patrik); Luan (Wellington Paulista) e Kleber
Técnico: Luiz Felipe Scolari.

Leia tudo sobre: palmeirascoritibacopa do brasil 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG