Campeão Espanhol e europeu com o Real Madrid, craque português conquista o prêmio da revista France Football pelo segundo ano consecutivo

A revista francesa France Football divulgou nesta quinta-feira o grande vencedor da Bola de Ouro de 2017, que foi, novamente, o português Cristiano Ronaldo - é a quinta conquista do astro do Real Madrid , que também venceu em 2008, 2013, 2014 e 2016. Em segundo ficou Lionel Messi e o brasileiro Neymar acabou na terceira posição.

Leia também: Técnico do PSG balança e clube já tem substitutos na mira; veja os nomes

Cristiano Ronaldo recebeu o prêmio Bola de Ouro da revista France Football pela quinta vez na carreira
Reprodução/Twitter/ChampionsLeague
Cristiano Ronaldo recebeu o prêmio Bola de Ouro da revista France Football pela quinta vez na carreira

De quebra, CR7 se igualou a Messi como maior vencedor da Bola de Ouro , ambos com cinco troféus. Lembrando que o argentino levou o prêmio em 2009, 2010, 2011, 2012 e 2015. Na última temporada europeia, o português ganhou o Campeonato Espanhol e a Liga dos Campeões, o Mundial de Clubes, além da Supercopa da Espanha com o Real Madrid, títulos que o credenciou como favorito para vencer a 62ª edição do prêmio.

O último jogador brasileiro a levar a premiação da revista francesa foi Kaká, em 2007. Além dele, também foram eleitos Ronaldinho Gaúcho (2005), Ronaldo (2002 e 1997) e Rivaldo (1999). O holandês Johan Cruyff, o francês Michel Platini e o holandês Van Basten são jogadores com três conquistas cada.

Leia também: Retrospectiva! Confira os esportistas que tiveram destaque em 2017

Além de Cristiano Ronaldo, a revista divulgou os 30 melhores do ano ao longo desta tarde por meio do seu Twitter de forma decrescente. O vencedor do tradicional prêmio é escolhido somente por jornalistas, diferente do The Best, da Fifa, eleito por votação popular e dos técnicos e capitães de seleções, além dos profissionais da imprensa.

Confira a classificação final:

1º Cristiano Ronaldo (Portugal/Real Madrid)

2º Lionel Messi (Argentina/Barcelona)

3º Neymar (Brasil/Paris Saint-Germain/Barcelona)

4º Gianluigi Buffon (Itália/Juventus)

5º Luka Modric (Croácia/Real Madrid)

6º Sergio Ramos (Espanha/Real Madrid)

7º Kylian Mbappé (França/Monaco/Paris Saint-Germain)

8º N'golo Kanté (França/Chelsea)

9º - Robert Lewandowski (Polônia/Bayern de Munique)

10º - Harry Kane (Inglaterra/Tottenham)

11º - Cavani (Uruguai/Paris Saint-Germain)

12º - Isco (Espanha/Real Madrid)

13º - Luis Suarez (Uruguai/Barcelona)

14º - Kevin de Bruyne (Bélgica/Manchester City)

15º - Dybala (Argentina/Juventus)

16º - Marcelo (Brasil/Real Madrid)

17º - Toni Kroos  (Alemanha/Real Madrid)

18º - Antoine Griezmann (França/Atlético de Madri)

19º - Eden Hazard (Bélgica/Chelsea)

20º - David De Gea (Espanha/Manchester United)

21º - Leonardo Bonucci (Itália/Juventus/Milan) e Aubameyang (Gabão/Borussia Dortmund)

23º - Sadio Mané (Senegal/Liverpool)

24º - Radamel Falcao (Colômbia/Monaco)

25º - Karim Benzema (França/Real Madrid)

26º - Jan Oblak (Eslovênia/Atlético de Madri)

27º - Mats Hummels (Alemanha/Bayern de Munique)

28º - Edin Dzeko (Bósnia/Roma)

29º - Dries Mertens (Bélgica/Napoli) e Philippe Coutinho (Brasil/Liverpool)

A revista France Football lançou o prêmio Bola de Ouro em 1956 para escolher o melhor jogador europeu do ano. A partir de 1995, jogadores oriundos de outros países passaram a concorrer. Em 2010, a Fifa juntou-se a revista e unificou ao prêmio de melhor do mundo da entidade máxima. Em 2016, entretanto, a parceria não foi mantida, e a revista voltou a organizar sua eleição em separado do evento da Fifa para apontar o melhor jogador do ano. A entidade máxima do futebol fez diferente nesta temporada e antecipou o prêmio para outubro. CR7 também foi o grande vencedor .

    Leia tudo sobre: Futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.