Jogador brasileiro confessou ter cogitado continuar no futebol europeu, mas um fator importante fez com que decidisse ir para a Ásia; leia mais sobre

Oscar defende o Shanghai SIPG FC desde janeiro de 2017, quando deixou o inglês Chelsea
Reprodução
Oscar defende o Shanghai SIPG FC desde janeiro de 2017, quando deixou o inglês Chelsea

Desde janeiro de 2017, Oscar deixou o Chelsea na Inglaterra para se juntar à equipe do Shanghai SIPG FC, na China. Em uma entrevista ao Canal 90, reproduzido pelo jornal britânico The Guardian, o jogador brasileiro revelou ter recebido outras propostas na Europa, mas contou o motivo de ter escolhido ir para a Ásia.

LEIA TAMBÉM: Neymar e Oscar são os jogadores mais bem pagos do mundo; confira

Na época com 25 anos de idade, Oscar Emboaba chegou a ser cogitado pelo espanhol Atlético de Madri e pelos clubes italianos Juventus e Milan. "Quando eu estava conversando com o Shanghai, eu também estava falando com grandes clubes europeus. Eu quase fui para o Atlético de Madri, gostei muito do que estavam me oferecendo. Também havia Juventus, Milan, Inter. Eu tinha algumas opções, mas escolhi o Shanghai. Depois de tudo eu ainda posso voltar para a Europa", disse.

"Eu estava pensando mais na minha família do que na minha própria carreira. Eu tinha outras ofertas muito boas de grandes clubes, mas eu pensei mais na família e, depois disso, eu ainda sou jovem, posso voltar", completou o meia brasileiro .

LEIA TAMBÉM: Oscar dá bolada em adversário e causa briga generalizada na China; assista

Futebol chinês

Oscar, Hulk e Elkeson, jogadores brasileiros do Shanghai SIPG FC
Reprodução/ Twitter Oscar
Oscar, Hulk e Elkeson, jogadores brasileiros do Shanghai SIPG FC

"Os estrangeiros que vem para cá são ótimos. A China tem grande potencial financeiro e eles fazem ofertas irrecusáveis. Vimos ainda o Paulinho indo para o Barcelona, e há também os jogadores do meu time, o Hulk, o Elkeson... Nós temos qualidade para voltar para a Europa", disse, lembrando da saída de Paulinho, que deixou o chinês Guangzhou Evergrande em meados de 2017, para integrar o clube catalão.

LEIA TAMBÉM: "Queremos ajudar Neymar a vencer a Bola de Ouro", diz técnico do Paris Saint-Germain

Na China, Oscar é companheiro de equipe de dois brasileiros, Hulk e Elkerson e ambos chegaram um ano antes que o ex-Chelsea. Sob o comando do treinador português André Villas-Boas, na temporada de 2016, o Shanghai SIPG ficou na terceira colocação do Campeonato Chinês, atrás do Jiangsu Suning e do campeão Guangzhou Evergrande.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.