Alto índice de reprovação assusta os dirigentes, e presidente admite que a opinião pública tem influência

Logo que Falcão foi demitido , Cuca foi um dos primeiros nomes pensados pela diretoria do Internacional . O clube alimentou a possibilidade de contratar o ex-treinador do Cruzeiro e esperou para ver a reação dos torcedores. A repercussão assustou. A rejeição chegou a ser superior a 90% nas interativas feitas pelas emissoras de rádio.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

A desaprovação pode fazer com que o dirigentes desistam do treinador, ou pelo menos não o coloquem mais entre as primeiras opções. Estratégia semelhante já foi feita em 2008. Nelsinho Batista era o nome mais cotado para substituir Abel Braga, porém a torcida abominou o nome porque Nelsinho havia deixado o clube de forma conturbada anos antes. Os dirigentes desistiram da ideia e escolheram Tite.

“A rejeição tem um peso considerável. A busca do treinador tem que sofrer uma avaliação técnica, ver o histórico, como jogavam as equipes do treinador... “, admitiu o presidente Giovanni Luigi.

Sem sucesso com os dois primeiros nomes que despontaram (Cuca e Dunga), o Inter segue analisando nomes. O presidente Giovanni Luigi já admite que o novo nome poderá demorar a sair . O Inter trabalha com a possibilidade de fazer o anúncio até mesmo depois da Copa Audi, que será disputada na Alemanha, na semana que vem.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.