Delegação gaúcha embarca para o país vizinho nesta terça, para a final da Recopa, contra o Independiente

Se depender do histórico recente, o Inter pode se preparar para levantar a taça da Recopa. O time gaúcho começa a decidir nesta quarta-feira o título da competição sul-americana. Vai enfrentar o Independiente, às 21h50, em Avellaneda. Os últimos quatro argentinos que cruzaram o caminho do Inter em um torneio de mata-mata ficaram pelo caminho.

Desde 2005, quando foi eliminado pelo Boca Juniors da Copa Sul-Americana, o Inter só acumula sucesso contra os "hermanos". Dois ficaram para trás no título da Libertadores de 2010: o Banfield, nas oitavas-de-final, e o Estudiantes, nas quartas.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Outros dois argentinos foram superados no título da Copa Sul-Americana de 2008. O Estudiantes, na grande decisão, e o Boca Juniors, nas quartas-de-final.

Jogar contra argentinos sempre foi muito difícil para os clubes brasileiros. O Boca Juniors, por exemplo, teve uma fase no início dos anos 2000, que desbancava todos os times do país. Os últimos três brasileiros que encararam o Boca na final da Libertadores, perderam: Grêmio (2007), Santos (2003) e Palmeiras (2000). Porém, o retrospecto recente do Inter tem sido positivo. Veja:

Libertadores 2010 – quartas-de-final:
Inter 1 x 0 Estudiantes
Estudiantes 2 x 1 Inter

Libertadores 2010 – oitavas-de-final:
Banfield 3 x 1 Inter
Inter 2 x 0 Banfield

Sul-Americana 2008 – final:
Estudiantes 0 x 1 Inter
Inter 1 x 1 Estudiantes

Sul-Americana 2008 – quartas-de-final:
Inter 2 x 0 Boca Juniors
Boca Juniors 1 x 2 Inter

Libertadores 2007 – fase de grupos:
Vélez 3 x 0 Inter
Inter 0 x 0 Vélez

Copa Sul-Americana 2005 – quartas-de-final:
Inter 1 x 0 Boca Juniors
Boca Juniors 4 x 1 Inter

Copa Sul-Americana 2005 – oitavas-de-final:
Rosário Central 0 x 1 Inter
Inter 1 x 1 Rosário Central

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.