Damião e D'Alessandro decretaram 2 a 2 no jogo. Nos pênaltis, Renan brilhou e Milan ficou no zero como a seleção brasileira

O Internacional conquistou o 3º lugar na Copa Audi, na Alemanha. O time gaúcho foi buscar duas vezes o placar no tempo normal e empatou com o Milan por 2 a 2 no tempo normal, nesta quarta-feira, em Munique. A vitória veio nos pênaltis por 2 a 0, com o goleiro Renan defendendo três cobranças. O Milan, como a seleção brasileira na Copa América , conseguiu errar suas quatro cobranças

Ibrahimovic colocou os italianos na frente logo aos 2 minutos de jogo. Leandro Damião deixou tudo igual aos 22 minutos. Alexandre Pato marcou contra seu ex-clube e adiantou os europeus na segunda etapa, mas D´Alessandro empatou outra vez quando faltavam 11 minutos para o fim do jogo.  

Fora da decisão, os dois times optaram por mudar quase toda a escalação em relação à semifinal. O Inter repetiu apenas as presenças de Bolívar e D´Alessandro, que estão suspensos para a próxima rodada do Brasileirão. O Milan usou jogadores renomados: Pato, Robinho, Thiago Silva, Seedorf, Zambrotta... Além de Ibrahimovic, que foi mais uma vez titular.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O time brasileiro teve uma postura diferente, tentou atacar o Milan no início do jogo, algo que não havia feito diante do Barcelona, mas acabou sofrendo o gol de Ibrahimovic logo no segundo minuto. Mesmo assim não se abateu e chegou ao empate com Leandro Damião, ainda antes do intervalo.

Os times não promoveram muitas substituições para o início da segunda etapa e o jogo seguiu equilibrado. O Milan voltou a ficar na frente com um gol de Alexandre Pato, após uma troca de passes que envolveu toda a defesa do Inter. D´Alessandro ainda buscou o empate, decretando o 2 a 2 e levando a decisão para os pênaltis.

D´Alessandro e Nei acertaram as cobranças do Inter. Glaydson errou. Renan pegou três chutes, incluindo o de Alexandre Pato, e o Inter venceu por 2 a 0 nos pênaltis.

O Inter embarca na quinta-feira para o Brasil, chegando em Porto Alegre na manhã de sexta. Domingo, 16h, o time recebe o Atlético-GO, no Beira-Rio. O zagueiro Bolívar e o atacante Leandro Damião estão suspensos para a partida pelo Brasileirão. O atacante Gilberto deixou o campo lesionado nesta quarta e pode ser mais um desfalque, junto com Guiñazu e Índio que estão no departamento médico. O Milan se prepara para a Supercopa da Itália, dia 6 de agosto, contra a Internazionale.

Renan festeja nos pênaltis. Goleiro pegou 3 cobranças e deu vitória ao Inter
AP
Renan festeja nos pênaltis. Goleiro pegou 3 cobranças e deu vitória ao Inter

O jogo
O Inter até começou o jogo menos tímido, em relação ao início da partida diante do Barcelona, mas levou o gol ainda mais cedo, aos 2 minutos. Robinho cruzou e Ibrahimovic, de letra, fez 1 a 0. Zé Mário arriscou um chute da entrada da área aos 10 minutos, mas a bola foi sobre o gol. O empate chegou aos 22 minutos: Gilberto fez boa jogada pelo lado direito e cruzou para Leandro Damião fazer 1 a 1.

Gilberto teve que sair logo depois, lesionado. O Inter teve a chance da virada aos 30 minutos, em um rápido contra ataque, Damião tocou para Lucas Roggia, mas o chute saiu prensado. O Milan criou boa chance aos 40 minutos, após cobrança de falta, que determinou com um chute alto do zagueiro Thiago Silva.

Os dois times voltaram quase iguais para o segundo tempo. Andrezinho substituiu Zé Mário, no Inter, enquanto o Milan só trocou o goleiro. O Milan teve grande chance aos 7 minutos quando Glaydson entregou a bola na cara do gol. Para sorte, Alexandre Pato chutou na trave. O Inter encaixou um contra ataque aos 13 minutos, mas a zaga cortou o cruzamento que ia no pé de Damião.

O Milan voltou a ficar na frente aos 14 minutos. A troca de passes envolveu quatro jogadores, Robinho deixou Pato na cara do gol e o ex-jogador do Inter fez 2 a 1. Renan salvou outro gol do atacante aos 17 minutos. Pato arriscou mais um bom chute aos 26 minutos, obrigando Renan a fazer nova defesa.

Aos 31, foi a vez de Andrezinho tentar uma finalização, mas o chute saiu sem força e sem direção. O empate veio aos 34 minutos: Ricardo Goulart teve o chute bloqueado, mas a bola sobrou para D´Alessandro decretar o 2 a 2. O argentino tentou a virada aos 37, mas a bola passou raspando a trave. Ainda deu tempo de Renan parar um gol de De Sciglio aos 43 minutos. 

Renan dá show e Inter vence nos pênaltis:

O goleiro Renan mostrou que é pegador de pênalti logo na primeira cobrança, ele voou para o lado direito e espalmou a cobrança de Paloschi. D´Alessandro deslocou o goleiro e colocou o Inter na frente. Ele repetiu o gesto no chute de Cassano, vooando para o mesmo lado e defendendo a segunda cobrança. Nei fez boa cobrança e decretou o 2 a 0.

Oddo acertou a trave e deixou a vitória encaminhada para o Inter. O goleiro Roma defendeu a cobrança de Glaydson, adiando a decisão. Renan pegou a cobrança de Alexandre Pato e decretou a vitória de 2 a 0 nas cobranças.

FICHA TÉCNICA - INTERNACIONAL 2 X 2 MILAN (2 a 0 nos pênaltis)
Local: Estádio Allianz Arena, em Munique (Alemanha)
Data: 27 de julho de 2011, quarta-feira
Horário: 13h15min
Cartão amarelo: Gattuso (Milan)

GOLS:
Inter: Leandro Damião, aos 22 minutos do primeiro tempo; D´Alessandro aos 34 minutos do segundo tempo.
Milan: Ibrahimovic, aos 2 minutos do primeiro tempo; Alexandre Pato, aos 14 minutos do segundo tempo.

INTER: Renan; Glaydson, Bolívar, Dalton e Fabrício (Kléber); Wilson Matias, Élton (Nei), Zé Mário (Andrezinho) e João Paulo (Ricardo Goulart); Gilberto (Lucas Roggia) e Leandro Damião (D´Alessandro).
Técnico: Osmar Loss (interino).

MILAN: Abbiati (Roma); Zambrotta (De Sciglio), Thiago Silva, Yepes e Antonini (Oddo); Ambrosini (Emmanuelson), Gattuso (Boateng) e Seedorf; Robinho (Paloschi), Alexandre Pato e Ibrahimovic (Cassano).
Técnico: Massimiliano Allegri.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.