Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter rechaça São Paulo e não crê em oferta do Boca por Guiñazu

Clube diz que volante não será liberado para outro clube do Brasil e afirma que argentinos não têm dinheiro para o negócio

Gazeta |

O Internacional conta com o volante argentino Guiñazu para a disputa da Libertadores desta temporada. As palavras são do novo vice-presidente de futebol do clube gaúcho, Roberto Siegmann, que reforçou a negativa a qualquer proposta de clubes brasileiros e disse desconfiar de uma possível oferta do Boca Juniors, da Argentina, pelo jogador.

"Não há nenhuma possibilidade de liberar o atleta Guiñazu para clubes do Brasil", disse o dirigente, à "Rádio Globo", quando questionado sobre o declarado interesse do São Paulo pelo jogador. "Fala-se muito que o Boca teria interesse, mas de concreto não chegou absolutamente nada. O futebol argentino está em crise, não acredito que um clube de lá tenha condições de fazer uma oferta atraente".

Siegmann confirmou que diretoria e jogador possuem um acordo para que uma eventual liberação seja facilitada em caso de uma boa proposta, mas o acerto verbal vale apenas para equipes do exterior. "Vamos continuar com o atleta na Libertadores, salvo se chegar essa proposta que do ponto de vista financeiro seja extremamente benéfica ao atleta".

O clube do Morumbi cogita pagar pelos direitos do argentino, mas descarta desembolsar o valor integral da multa rescisória: R$ 35 milhões. "Se o São Paulo ou qualquer outro clube quiserem pagar esse valor, o jogador está liberado. É assim que funciona do ponto de vista legal", concluiu.

Leia tudo sobre: São PauloInternacionalGuiñazuBoca JuniorsArgentina

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG