Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter perde e Milan abre oito pontos para rival ao bater Sampdoria

Milan vence a Sampdoria por 3 a 0 e celebra a derrota da atual pentacampeã para o Parma, por 2 a 0

Gazeta |

O torcedor do Milan teve mais um sábado perfeito no San Siro. Enquanto seu time vencia a Sampdoria sem problemas por 3 a 0, vibrava com o que ocorria com seu rival. A Inter de Milão ficou praticamente sem chances de lutar pelo título italiano ao perder por 2 a 0 para o Parma e ficar a oito pontos dos rubro-negros, que terão seis pontos de vantagem na liderança caso o Napoli, segundo colocado, tropece neste domingo.

Diante de um adversário em crise, que luta contra o rebaixamento, o Milan fez questão de provar sua força. Com Thiago Silva soberano na defesa e Alexandre Pato e Robinho em constante movimentação no ataque, os milaneses, em casa, mostrou que a abertura do placar era questão de tempo.

Getty
Pato se livra da marcação durante a partida. Brasileiro deixou o gramado machucado ainda no primeiro tempo

Nem problemas particulares atrapalhavam os rubro-negros. Um minuto depois de o goleiro Abbiati deixar o jogo por contusão para a entrada de Amelia, Seedorf, aos 20 minutos, cobrou falta com precisão no canto esquerdo para marcar. O primeiro tempo só não foi perfeito porque Alexandre Pato, machucado, saiu aos 40 minutos e foi substituído por Cassano.

Em relação ao atacante brasileiro, a preocupação era só com a sequência na temporada, já que o Sampdoria estava totalmente envolvido. Tanto que, aos sete minutos, um toque de mão na bola na área após finalização de Gattuso transformou-se em pênalti que Cassano converteu.

Aos 16 minutos, foi a vez de Robinho receber um presente de Cassano. O atacante italiano recebeu na ponta esquerda e inverteu a jogada na área tocando por cobertura sobre o goleiro e a defesa da Sampdoria. Com a meta livre à sua frente, Robinho teve somente que cabecear a bola nas redes para concluir a vitória.

Houve tempo até para Pirlo entrar no segundo tempo e ser saudado pela torcida. A partida estava tão liquidada que Gattuso, antes da cobrança de um lateral, pôde olhar o placar eletrônico para entender por que sua torcida vibrava como se tivesse ocorrido um gol do Milan: a Inter perdia por 2 a 0.


Pentacampeã tropeça
A boa fase da Inter de Milão com Leonardo parece ter chegado ao fim. Após a confirmação da eliminação nas quartas de final da Copa dos Campeões para o Schalke 04, da Alemanha, a atual detentora do título ficou ainda mais distante do Milan.

Mesmo com Sneijder no banco e sem contar com Maicon, o técnico manteve a base com Julio Cesar no gol, Lúcio na defesa e Eto'o no comando do ataque. Mas nada disso foi suficiente. A derrota por 2 a 0 para o Parma começou aos 34 minutos do primeiro tempo, quando Modesto aproveitou rebote da zaga e cruzou rasteiro para Giovinco marcar.

No segundo tempo, Leonardo voltou com Sneijder no lugar do zagueiro Chivu, mas também não adiantou. Aos 40 minutos, nova jogada de Modesto, pela esquerda, passou por Valiani, que errou o toque, mas o desvio em Ranocchia deixou a bola tranquila para Amauri ajeitar e fechar o placar.

O Parma, que começou a rodada a um ponto da zona de rebaixamento, ainda esteve perto de desdenhar totalmente da atual campeão com um gol de letra, mas a tentativa do veterano argentino Crespo, que já defendeu a Inter e o Milan, desviou em seu compatriota Zanetti e foi para fora, nos acréscimos.

Com a derrota, a Inter estacionou nos 63 pontos, em terceiro lugar. O Milan chegou a 71, na liderança do Campeonato Italiano, e tem como adversário mais próximo o Napoli, que ocupa a segunda colocação com 65 pontos e enfrentará a Udinese neste domingo, em casa.

Leia tudo sobre: milanitáliafutebol mundialpatointernazionale

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG