Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter erra pênalti, empata com Coritiba e desperdiça chance de G5

Oscar e Emerson marcaram gols do 1 a 1 no Beira-Rio. Vanderlei defendeu chute de Kleber

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

nullPoderia ter sido um final de semana perfeito. Depois de ver Flamengo e Fluminense tropeçarem, o Internacional entrou em campo, na tarde deste domingo, no Beira-Rio, a uma vitória de ingressar na zona da Libertadores do Brasileirão.

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Embora tenha sido superior, o time de Dorival Júnior empatou com o Coritiba em 1 a 1. O resultado o manteve em sétimo lugar, agora com 36 pontos , porém, com a frustração de ter desperdiçado uma ótima oportunidade de subir na tabela – esteve no grupo de classificados ao torneio sul-americano pela última e única vez na oitava rodada. O Vasco, campeão da Copa do Brasil e atual líder após golear o Grêmio , abriu a quinta vaga de classificação.

Agora, o Inter buscará a recuperação fora de casa. Na quarta-feira, em Florianópolis, desafia o Figueirense. A equipe paranaense, no mesmo dia, recebe o Cruzeiro.

O jogo
O duelo dos dois melhores ataques da competição não poderia ser diferente. As defesas sofreram, literalmente, do primeiro ao último minuto. Foi o que fez Oscar. Após boa jogada de Damião, que passou por dois adversários, o meia apenas completou para o gol de Vanderlei: 1 a 0 a um minuto de jogo.

AE
Inter e Coritiba empataram no Beira-Rio
A jogada abriu uma série de chances. De ambos os lados. Só Damião, homem de 39 gols e nove assistências da temporada, acertou a trave e perdeu oportunidade da entrada da área. Teve até gol anulado corretamente por impedimento.

O Coritiba, em menor escala, também atacava. Tcheco, extremamente vaiado pela torcida, resquício dos tempos em que defendeu o Grêmio, comandava as ações. Muriel teve sorte após chute de Marcos Aurélio ir para fora.

Neste panorama, o time paranaense foi para o intervalo no lucro. E transformou a sorte em competência com dois minutos do segundo tempo. Marcos Aurélio bateu falta, Emerson desviou e saiu para comemorar o empate.

O Inter, então, passou a pressionar o Coritiba e a correr riscos nos contragolpes. Com dificuldade de ingressar na área rival, Dorival decidiu reforçar o meio. Sacou Delatorre e apostou em Ilsinho.

Damião pareceu encaminhar a vitória quando sofreu pênalti de Vanderlei. Os jogadores vibraram, a torcida foi à loucura e... faltou combinar com Vanderlei. O goleiro defendeu a cobrança de Kleber. Ainda deu tempo para Andrezinho acertar a trave.

Mas foi só. O Inter desperdiçou uma oportunidade única no Brasileirão.

FICHA TÉCNICA
INTERNACIONAL 1 X 1 CORITIBA


Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 18 de setembro de 2011, no domingo
Horário: 18h (de Brasília)
Árbitro: Sandro Meira Ricci (Fifa-DF)
Auxiliares: Marcelo Carvalho Van Gasse (Fifa-SP) e Fabrício Vilarinho da Silva (GO)
Cartões amarelos: Ilsinho (Inter) e Emerson, Tcheco, Rafinha e Lucas Mendes (Coritiba)
Público: 20.360 (18.069 pagantes)
Renda: R$ 296.150,00

Gols:
INTERNACIONAL: Oscar, a um minuto do primeiro tempo.
CORITIBA: Emerson, aos dois minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Rodrigo Moledo, Juan e Kleber; Élton, Guiñazu, Oscar e Andrezinho (Jô); Dellatorre (Ilsinho) e Leandro Damião. Técnico: Dorival Júnior.

CORITIBA: Vanderlei, Jonas, Lucas Claro, Emerson e Lucas Mendes; Leandro Donizete, William, Tcheco (Gil) e Rafinha; Marcos Aurélio (Everton) e Bill (Caio Vinícius). Técnico: Marcelo Oliveira.

Leia tudo sobre: internacionalbrasileirão 2011coritiba

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG