Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter enfrentará o Peñarol nas oitavas-de-final da Libertadores

Clube gaúcho escapou de uma longa viagem para o México e poderá encarar um Gre-Nal na fase seguinte

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

O Peñarol (Uruguai) será o adversário do Inter na próxima fase da Libertadores. A definição dos confrontos acaba ficando de acordo com a vontade do clube gaúcho. O Inter sempre deixou claro que não queria escolher adversário, mas que preferia uma viagem curta, e Montevidéu se encaixa neste perfil. A tabela também encaminhou a possibilidade de um Gre-Nal na fase de quartas-de-final. O Grêmio enfrentará o Universidad Católica. Caso os dois gaúchos passem, se enfrentam no mata-mata seguinte.

O jogo de ida será no Uruguai, ainda sem data definida, provavelmente na quarta (dia 27) ou na quinta-feira (28). A volta será no estádio Beira-Rio.

O Inter escapou de uma longa viagem para o México. Antes do início da rodada de quarta-feira, a maior probabilidade era enfrentar o Jaguares. Uma viagem longa, que o Inter já havia enfrentado. O Inter perdeu lá no México, a partida marcou a demissão do técnico Celso Roth, e a delegação ainda enfrentou um terremoto durante sua estadia.

“Todos os jogos serão complicados. Eu preferia não ir pro México, pois foi uma viagem muito longa. O terremoto marcou bastante a viagem, deu um medo danado. Qualquer time vai ser difícil. O Jaguares tem qualidade, assim como todos os outros que classificaram. Foi uma viagem bem cansativa. Tem que enfrentar”, havia comentado o meia-atacante Oscar.

Divulgação/AI Internacional
Inter venceu o Peñarol em 2010
Enfrentar o time uruguaio não será uma novidade. Em 2010, durante a parada para a Copa do Mundo, os gaúchos disputaram um torneio amistoso na cidade uruguia de Rivera. O jogo contra o Peñarol terminou empatado em 0 a 0, mas nos pênaltis o título do torneio amistoso ficou com os brasileiros.

Peñarol não passava de fase há 9 anos:

O Peñarol foi o segundo colocado do grupo 8. Fez 9 pontos em 6 jogos. O time venceu duas vezes o Godoy Cruz: 3 a 1 (na Argentina) e 2 a 1 (no Uruguai); e ainda bateu a LDU, no estádio Centenário, por 1 a 0. As derrotas foram para o Independiente (3 a 0, na Argentina e 1 a 0, no Uruguai); e para a LDU: 5 a 0 no Equador.

O clube já ganhou a Libertadores cinco vezes. A última foi em 1987. É ainda tricampeão Mundial e 48 vezes campeão uruguaio.

Porém, os atuais números são bem mais discretos. O time divide a liderança do Torneio Clausura com a outra grande potência do país, o Nacional. Na Libertadores, foram vários fracassos nas últimas edições. Os uruguaios não passavam para o mata-mata desde 2002, quando foram eliminados pelo São Caetano nas quartas-de-final. Em 2009 e 2005 o Peñarol caiu na pré-Libertadores. Em 2004 e 2003 não passou da fase de grupos.
 

Leia tudo sobre: InternacionalPeñarolCopa Liberatdores 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG