Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter empata com o Emelec no Equador

Bolatti fez o gol na estreia pelo clube gaúcho, mas o adversário empatou aos 49 minutos do segundo tempo

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

O Inter começou a Libertadores empatando com o Emelec em 1 a 1. A partida tinha tudo para ser festiva. O volante Bolatti fez, de cabeça, o gol que daria a vitória ao clube gaúcho. O adversário acabou empatando no ultimo lance do jogo. Aos 49 minutos, Giménez fez de cabeça.

O Inter não teve o volante Tinga, com dor no tendão de Aquiles, acabou preservado. Bolatti começou a partida e Guiñazu foi adiantado para ajudar D´Alessandro na armação das jogadas. O primeiro tempo foi fraco, o Emelec começou melhor, o Inter reverteu a situação, mas o placar não se moveu. Zé Roberto e Leandro Damião tiveram boas chances, mas desperdiçaram.

Na segunda parte o Inter foi decidido a ganhar o jogo. Várias chances foram criadas. Leandro Damião insistiu bastante, mas não conseguiu chegar ao gol. Coube ao volante Bolatti abrir o placar. Ele completou, de cabeça, um cruzamento de D´Alessandro e fez o gol do atual campeão da Libertadores. A vitória se encaminhava, mas Giménez, de cabeça, fez o gol dos equatorianos aos 49 do segundo tempo: 1 a 1.

A delegação retorna para São Paulo na quinta-feira e vai chegar em Porto Alegre só na sexta-feira pela manhã. O Inter disputa no sábado, às 17 horas, as quartas de final do primeiro turno do Campeonato Gaúcho. O adversário será o Cruzeiro de Porto Alegre e o time B será utilizado. Os titulares voltam a campo na outra quarta-feira, dia 24, quando o Inter recebe o Jaguares do México pela segunda rodada da Libertadores.

Divulgação
Leandro Damião ganha disputa aérea contra rival do Emelec

O Jogo:
A estreia do Inter não foi a única novidade da noite. Tinga, com um desconforto no tendão de Aquiles, foi sacado do time e Bolatti estreou. A formação tática também foi diferente. O argentino ficou junto com Wilson Matias na proteção da defesa e Guinãzu foi liberado para auxiliar D´Alessandro na armação das jogadas.

O Emelec começou melhor, chegou ao gol do Inter, mas sem muito perigo. Aos 3 minutos Lauro defendeu um chute de Achilier. O goleiro ainda teve de cortar um cruzamento aos 16 e defender um chute de longe aos 20. O time de Celso Roth só deu o primeiro chute a gol aos 23 minutos: Nei bateu de longe sem perigo para Kilmowicz.

A partir daí o Inter melhorou. D´Alessandro deu um passe açucarado para Zé Roberto que acabou isolando. Kléber fez dois bons cruzamentos para Leandro Damião. Aos 39 ele cabeceou para fora e aos 40 minutos cabeceou para o chão: A bola bateu no gramado e passou muito perto da meta. O primeiro tempo não impressionou e terminou 0 a 0.

Inter aumenta a pressão e o jogo fica aberto:

O time gaúcho voltou mais forte na segunda etapa. Foram quatro lances nos primeiros 5 minutos. Kilmowicz defendeu boa cobrança de falta de D´Alessandro. O goleiro ainda impediu um chute de Zé Roberto e uma cabeçada de Damião após boa jogada de D´Ale. Aos 4 minutos o zagueiro Sorondo foi puxado dentro da área e o árbitro não marcou o pênalti.

O jogo começou a ficar mais nervoso e os dois times ficaram mais faltosos. Os equatorianos protagonizaram alguns lances bem violentos sem a advertência do árbitro argentino. Aos 28 minutos Leandro Damião fez uma bela jogada, driblou dois marcadores, e deu uma cavadinha por cima do goleiro. O lateral Bagui salvou antes da bola entrar. Nos minutos seguintes Damião teve mais duas chances, uma com o pé e outra com a cabeça, e mais duas defesas do goleiro.

Aos 32 minutos Lauro salvou o gol equatoriano ao desviar um chute rasteiro de Strahman. Na sequência Guiñazu apareceu no ataque, o goleiro defendeu, e Damião não conseguiu concluir.

O Inter tanto insistiu que chegou ao gol. Aos 34 minutos D´Alessandro cobrou o escanteio da esquerda e o estreante Mario Bolatti, de 1m90cm, subiu mais alto que todo mundo e marcou de cabeça: Inter 1 a 0. Em seguida Celso Roth colocou o zagueiro Rodrigo para segurar o resultado. O Inter foi bastante pressionado e acabou não aguentando. Fernando Gimenez cabeceou para o gol e fez o gol aos 49 minutos da segunda etapa.


FICHA TÉCNICA – EMELEC 1X1 INTERNACIONAL

Local: Estádio George Capwell, em Guayaquil (Equador)
Data: 16 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 22 horas (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitana (Argentina)
Assistentes: Gustavo Esquivel e Ariel Bustos (Argentina)
Cartão amarelo: Édison Méndez, Marcelo Fleitas, Pedro Quiñonez (Emelec); Zé Roberto, D´Alessandro, Bolatti (Internacional)

GOLS:

Emelec: Fernando Giménez, aos 49 minutos do segundo tempo.
Inter: Bolatti, aos 34 minutos do segundo tempo.

EMELEC: Xavier Klimowicz; Fernando Giménez, Marcelo Fleitas (Carlos Quiñonez), Gabriel Achilier e Óscar Baguí; Pedro Quiñónez (Polo Wila), Angel Mena, David Quiroz (Leandro Torres) e Édison Méndez; Cristian Menéndez e Eial Strahman.
Técnico: Omar Asad.

INTERNACIONAL: Lauro; Nei, Índio, Sorondo e Kléber; Wilson Matias, Guiñazu, Bolatti (Rodrigo) e D´Alessandro; Zé Roberto (Cavenaghi) e Leandro Damião.
Técnico: Celso Roth.
 

Leia tudo sobre: InternacionalCopa Libertadores 2011Emelec

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG