Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter e Bayern alimentam sonho do título repetindo final da Liga

Times apostam em ofensividade para avançar: italianos vão com Eto'o e Sneijder, e alemães com Robben e Ribéry

EFE |

Embalada por conta de uma boa arrancada no Campeonato Italiano, saindo do sétimo para o terceiro lugar, a Inter de Milão iniciará nesta quarta-feira, no estádio de San Siro, sua caminhada no mata-mata da Liga dos Campeões, buscando o segundo título consecutivo.

Por conta da campanha apenas regular na fase de grupos, a equipe de Mião terá pela frente justamente o adversário na final do ano passado, o Bayern de Munique, que tem a motivação extra de poder encarar o confronto como uma revanche.

Além disso, depois de ver o rival Milan e a Roma serem derrotados em casa na semana passada, respectivamente por Tottenham (1 a 0) e Shakhtar Donetsk (3 a 2), a Inter é a esperança do futebol italiano de não ver seu coeficiente Europa, que determina o número de vagas nas competições continentais, ainda mais prejudicado.

Para vencer, a equipe do técnico brasileiro Leonardo confiará no faro de gol do camaronês Samuel Eto'o, que deverá ser o único atacante no time titular, já que Pazzini não pôde ser inscrito na Champions por já ter atuado na competição pela Sampdoria.

No entanto, a tarefa para os italianos não será fácil. O Bayern chega ao duelo em seu melhor momento na temporada, em boa parte graças ao retorno dos meias Arjen Robben e Franck Ribéry, que formaram junto a Thomas Müller e Mario Gómez um forte quarteto e aumentaram exponencialmente o potencial ofensivo do time.

Getty Images
Inter de Milão, do brasileiro Lúcio, levou a melhor sobre o Bayern na temporada passada
Por outro lado, na parte defensiva há certas inseguranças frequentes, e o treinador Louis van Gaal vem tentando fazer experiências no setor, as quais nem sempre são bem-sucedidas.As únicas peças fixas na retaguarda do time de Munique são o goleiro Thomas Kraft, que no começo do ano ganhou a vaga do veterano Jörg Butt, e o lateral-direito Philipp Lahm.

Uma das "vítimas" dos testes feitos por Van Gaal é o brasileiro Luiz Gustavo, contratado do Hoffeinheim e que na partida do final de semana, diante do Mainz 05, foi escalado inicialmente como lateral-esquerdo, passou para a função de volante e terminou o jogo na zaga.

O treinador holandês poderá contar com os recuperados Kraft e Gómez, que sofreram lesões leves na mesma partida, que terminou com placar de 3 a 1 para o Bayern.

Pelo lado do Inter, na defesa, Leonardo terá o zagueiro Lúcio de volta, e aposta de novo no lateral-direito Maicon, no zagueiro Ranocchia e no lateral-esquerdo Cristian Chivu, titulares no triunfo por 1 a 0 diante do Cagliari, também no sábado.

Um fator importante que pode pesar contra o time de Milão é a sequência de jogos. Por conta da disputa do Mundial de clubes, no qual foi campeão, os rossoneri disputaram 13 partidas em 46 dias, uma média de dois compromissos semanais durante sete semanas consecutivas.

Com 1.198 minutos, Maicon foi o atleta que mais tempo permaneceu em campo com a camusa da Inter, ou seja, 19 horas e 58 minutos que, segundo as estimativas da imprensa italiana, correspondem a 140 quilômetros percorridos. Desses 13 jogos, a Inter de Leonardo venceu dez, empatou um (com o Napoli na Copa da Itália) e perdeu outros dois (contra Udinese e Juventus).

FICHA TÉCNICA - INTER DE MILÃO X BAYERN DE MUNIQUE

Local: Estádio San Siro, em Milão (ITA)
Data: 23 de fevereiro de 2011, quarta-feira
Horário: 16h30 (horário de Brasília)
Árbitro: Viktor Kassai (HUN)
Assistentes: Gabor Erös e György Ring (ambos HUN)

INTER DE MILÃO: Júlio César; Maicon, Ranocchia, Lúcio e Chivu; Cambiasso, Thiago Motta, Zanetti, Stankovic e Sneijder; Eto'o Técnico: Leonardo.

BAYERN DE MUNIQUE: Kraft; Lahm, Tymoshchuk, Luiz Gustavo e Badstuber; Pranjic, Schweinsteiger, Robben, Müller e Ribéry; Mario Gómez Técnico: Louis van Gaal

Leia tudo sobre: Futebol MundialItáliaAlemanhaInternazionaleBayern

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG