Negócio está sendo feito pelo empresário Delcir Sonda, mas time alemão não quer liberar o atleta

A direção do Internacional desconversa. O técnico Paulo Roberto Falcão evita falar em reforços. Mas o clube gaúcho busca jogadores para encorpar o seu elenco. Um nome que empolgue pode chegar. As tratativas para contar com o zagueiro Breno , ex- São Paulo e atualmente no Bayern de Munique , começaram.

Mesmo com o tempo exíguo para fechar o negócio, há um ar de otimismo em torno de Delcir Sonda, empresário e parceiro do Inter em diversas contratações. Sonda estava nos bastidores colorados após a derrota por 1 a 0 para o Corinthians . De acordo com ele, o Inter terá de vencer a concorrência de São Paulo e Flamengo para acertar com o jogador.

O vice-presidente de futebol, Roberto Siegmann, mostrou preocupação com o estado físico de Breno, que, segundo ele, recupera-se de lesão, e o tempo que o defensor levaria para se readaptar. Sonda, mais animado, falou com firmeza sobre o tema.

"O Breno fica livre no ano que vem e quer vir para o Brasil porque quer ir para as Olimpíadas. O Bayern não queria liberá-lo. Estamos conversando. Fizemos uma proposta. Ele está forçando para vir para cá. Há grandes chances. Até sábado tem que definir. Estou trazendo, mas tem um custo para tirar", explicou o empresário, de livre trânsito no Beira-Rio, à "Rádio Gaúcha".

Desde que deixou o São Paulo por R$ 33 milhões, em 2007, o zagueiro não se firmou. Nesses quatro anos, passou seis meses emprestado pelo Bayern ao Nüremberg. No futebol alemão, Breno disputou somente 40 partidas, marcando dois gols.

    Leia tudo sobre: Bayern de Munique
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.