Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter deve adotar parceria para as obras do estádio Beira-Rio

Ministro do esporte Orlando Silva esteve em Porto Alegre e falou sobre as mudanças necessárias na cidade

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Alexandre Lops/AI Internacional
Orlando Silva em encontro com o presidente do Inter Giovanni Luigi
A Fifa pressiona, o ministro dos esportes pediu, e o Inter vai atender. O clube deve anunciar nos próximos dias a parceria com uma empreiteira para assumir as obras do estádio Beira-Rio. A ideia inicial era seguir fazendo as reformas com recursos próprios, mas não se trata do modelo preferido da entidade máxima do futebol.

“Tem a construtora que está operando, vimos as obras de fundação, a demolição da arquibancada, e tenho confiança que o Internacional vai estabilizar a preparação do seu estádio para a Copa. Manifestei para o presidente a preocupação quanto a estabilidade com relação ao financiamento das obras e isso precisa acontecer rapidamente. Conversei com a direção do Inter e eles tem consciência. A informação que tenho é que vão resolver este problema em pouco tempo”, disse o ministro do esporte Orlando Silva em visita a Porto Alegre.

Esta solução será debatida nos próximos dias no conselho deliberativo do clube, mas existe uma grande tendência para a parceria com uma construtora. A partir de então a empresa escolhida seguiria as reformas com recursos próprios e ganharia o direito de explorar o estádio Beira-Rio por um período determinado para reaver o dinheiro. A construtora teria direito a verbas de camarotes, estacionamento e outras áreas do clube.

O ministro visitou a casa do Inter, reuniu-se com as autoridades locais e também foi ver as obras da Arena do Grêmio, que será utilizada para treinos na Copa do Mundo de 2014.

“A Fifa selecionará entre 50 e 60 cidades que serão base das seleções durante o Mundial. Neste momento os estados estão apresentando as cidades que estão à disposição. Aqui temos cidades na região metropolitana, outras na serra gaúcha que também se habilitam, mas é uma decisão para ser tomada mais pra frente”, revelou Silva.

Ele ainda conversou com o prefeito José Fotunati e com o governador Tarso Genro. Porto Alegre também está se adequando para receber o Mundial. A capital gaúcha ainda tem boas chances de sediar a Copa das Confederações em 2013, mas precisa estar com tudo pronto até o fim de 2012.

“Existe nossa preocupação quanto a modernização do aeroporto Salgado Filho, o governador já me disse que estão usando o terminal antigo. Já estão deslocando algumas famílias que vivem na cercania do aeroporto, para a ampliação da pista. Nos próximos meses haverá um trabalho muito forte para a integração de planos regionais de energia, segurança e saúde. E o estado do Rio Grande do Sul vai dar sua contribuição. São necessárias ainda intervenções viárias, a construção de corredores de ônibus, facilitando o acesso ao estádio Beira-Rio”, avaliou.
 

Leia tudo sobre: InternacionalCopa 2014

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG