Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter despacha o Juventude e encara Gre-Nal na decisão do turno

Bolatti e Tinga fizeram os gols na vitória de 2 a 1. Argentino foi expulso e está fora do clássico

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Teve golaço, superação e um dos lances mais bonitos do ano. Com todos esses elementos o Inter venceu o Juventude por 2 a 1, em Caxias do Sul, e é finalista do segundo turno gaúcho. O Grêmio será o adversário no próximo fim de semana, no Beira-Rio.

Bolatti fez um belo gol e colocou o Inter na frente. Fred, em outra bonita jogada, empatou para o Juventude ainda antes do intervalo. O volante argentino, autor do gol inaugural acabou expulso no segundo tempo; e o time da capital teve que se superar. Coube a Leandro Damião comandar o espetáculo. Ele chapelou o marcador e deu a assistência para Tinga marcar o gol da classificação. Um lance daqueles de fazer o torcedor sair do estádio e pagar o ingresso outra vez.

O Inter não teve D´Alessandro, por causa do acúmulo de cartões amarelos. Falcão optou pelo retorno de Oscar, que só voltou a treinar com o grupo na sexta-feira. O garoto foi titular, deixando Zé Roberto no banco de reservas.

O primeiro tempo foi movimentado, mas com escassas chances de gol. Bolatti aproveitou um erro da defesa do Juventude e fez um golaço. Fred, cobrando falta, em outro golaço, empatou para o Juventude.

O segundo tempo seguiu igual. Bolatti foi expulso. Quando o Juventude pensou que teria vantagem, acabou vendo o Inter ficar em vantagem. Tinga, que entrou no segundo tempo, colocou o time de Falcão na decisão do segundo turno.

Na quinta-feira, às 19h30, o Inter começa a decidir vaga nas oitavas-de-final da Libertadores. O time visita o Peñarol. A delegação embarca na quarta-feira para o Uruguai. D´Alessandro, que cumpriu suspensão contra o Juventude, voltará ao time.

Alexandre Lops/AI Internacional
Rafael Sobis tenta se desvencilhar da forte marcação do Juventude
O Jogo:
O Juventude tentou levar perigo aos 6 minutos. Alex Telles cruzou, mas Júlio Madureira cabeceou mal. Aos 19, a defesa dos donos da casa saiu jogando errado e deu a bola nos pés de Bolatti. O argentino dominou e acertou um belo chute de longa distância para fazer 1 a 0.

O empate veio também em um bonito lance. Aos 27 minutos, Fred cobrou falta de longe, Renan tocou na bola, mas não evitou o gol. Aos 35, Rafael Sobis cobrou falta e passou perto do gol.

A primeira melhor oportunidade da segunda etapa foi do Inter. Aos 9 minutos, Andrezinho cobrou escanteio, mas Damião cabeceou para fora. Aos 14, Oscar cobrou escanteio, Rodrigo acertou o travessão, e Bolívar ia fazendo o gol, mas o zagueiro do Juventude salvou antes da bola entrar.

O travessão voltou a salvar os donos da casa aos 19 minutos. Oscar fez jogada individual e encobriu o goleiro Jonatas, mas a bola esbarrou no poste. O volante Bolatti foi expulso aos 20 minutos: ele tocou com a mão na bola e recebeu o segundo cartão amarelo.

O Inter voltou a ter a vantagem aos 32 minutos. Leandro Damião deu uma lambreta no adversário, fazendo a bola passar por cima do marcador, e cruzou para a área; Tinga dividiu com os defensores e a bola entrou mansinha para fazer 2 a 1. O clube do Beira-Rio soube se defender, segurar o resultado, e é finalista do segundo turno.

FICHA TÉCNICA - JUVENTUDE 1X2 INTERNACIONAL
Local: Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS)
Data: 24 de abril de 2011, domingo
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Jean Pierre Gonçalves de Lima
Auxiliares: Marcelo Barison e Tatiana de Freitas.
Cartão amarelo: Fred, Alex Telles (Juventude); Bolatti (Internacional)
Expulsão: Bolatti (Internacional)

Gols:
Juventude: Fred, aos 27 minutos do primeiro tempo.
Internacional: Bolatti, aos 19 minutos do primeiro tempo; Tinga, aos 32 minutos do segundo tempo.

JUVENTUDE: Jonatas; Anderson Pico, Rafael Pereira, Fred e Alex Telles; Umberto, Jardel (Cristian), Ramiro (Celsinho) e Cristiano; Júlio Madureira (Rafael Aidar) e Zulu
Técnico: Antônio Picoli.

INTERNACIONAL: Renan; Nei, Bolívar, Rodrigo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Andrezinho e Oscar (Zé Roberto); Rafael Sobis (Tinga) e Leandro Damião
Técnico: Falcão.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG