Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter descarta pressão por arbitragem caseira na Libertadores

Gaúcho Evandro Roman vai apitar o jogo contra o Santos. Árbitros estrangeiros vinham apitando clássicos

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Fotocom
Inter visita o Santos, na Vila Belmiro
Nada de discurso inflamado. O técnico Dorival Júnior preferiu não criticar a escolha da Conmebol por um árbitro brasileiro no jogo do Inter contra o Santos, pela segunda rodada da Libertadores.

“Lógico que o árbitro se sente pressionado em algum momento, mas tem que passar tranquilidade, que não interfira no resultado. Essa é a nossa torcida. É um cara sério, honesto, com boa qualidade”, disse.

Deixe o seu recado e comente a notícia com outros torcedores

Durante a semana, o técnico Muricy Ramalho manifestou contrariedade à escolha de Evandro Rogério Roman. Embora apite pelo Paraná, o árbitro é nascido no Rio Grande do Sul.

“Muricy sabe que o Roman é um grande árbitro, é só não tirar a condição de ele fazer uma grande arbitragem. O Muricy sabe que pode ficar tranquilo”, completou.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

Quarta-feira, 19h45, Santos e Inter se enfrentam na Vila Belmiro. Será o primeiro confronto brasileiro da Libertadores 2012. Nas últimas edições, a Conmebol vinha escalando árbitros estrangeiros nos jogos entre brasileiros.   

Entre para a Torcida Virtual do Inter e convide seus amigos 

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG