Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter de Milão se esconde em Abu Dhabi

Entre treinamentos fechados e hotel de difícil acesso, equipe italiana divulga poucas informações e se fecha para disputa do Mundial de clubes

Marcel Rizzo, enviado iG a Abu Dhabi |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237882600239&_c_=MiGComponente_C

A Inter de Milão está escondida em Abu Dhabi. Apenas o primeiro treinamento em solo árabe, realizado no sábado, um dia depois da chegada aos Emirados Árabes unidos, foi aberto aos jornalistas. No hotel no qual o clube está hospedado, o Shangri-lá, o acesso ao lobby é bem mais dificultado do que no do Internacional, o também chique Beach Rotana. A Inter italiana estreia no Mundial de clubes nesta quarta, contra o Seongnam Chunma, da Coreia do Sul, às 15h (horário de Brasília).

As regras da Fifa para o Mundial de clubes são iguais às da Copa do Mundo. Os clubes são obrigados a abrir somente um treino para os jornalistas antes de cada jogo. Como já fez isso, a Inter se fechou no domingo e na segunda-feira no Army Training, o campo do exército que é sua casa para trabalhar nos EAU. Com segurança reforçada por motivos óbvios, é impossível ver o treino fechado como foi ver o do Inter, que tinha uma grade que não impedia que se observasse o campo.

Getty Images
Sneijder em frente ao campo do exército onde a Inter de Milão treinou: difícil acesso

No hotel, a presença de torcedores é mínima, o que contrasta no qual o Inter está hospedado, repleto de pessoas vestidas de vermelho. O contingente colorado deve aumentar nesta terça, já que a maioria está concentrada em Dubai, cidade a 150km de Abu Dhabi e principal ponto turístico do país.  Espera-se algo em torno de 4 mil brasileiros, contra menos de 300 italianos. A Inter ocupa apenas a sexta colocação do Campeonato Italiano e se classificou em segundo no grupo A para as oitavas da Liga dos Campeões.

A escalação da Internazionale é uma incógnita até mesmo para alguns jornalistas italianos. A tendência, como precisa vencer o campeonato para diminuir a pressão, já que corre o risco de demissão, é que o treinador Rafa Benitez escale o que tem de melhor, como Eto'o,  Sneijder e Diego Milito. Nesta terça-feira, véspera da estreia, ocorre uma entrevista com o técnico e o atacante argentino citado acima. Mas do treino, que ocorre pela manhã em Abu Dhabi (madrugada no Brasil) os jornalistas só poderão ver os primeiros 15 minutos no Zayed Sports City.

Getty Images
Inter de Milão deve ter equipe completa para a partida contra o Seongnam Ilhwa

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG