Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter começa a observar o terceiro adversário na Libertadores

Conheça mais detalhes sobre o Alianza do Peru e o Jaguares do México, que se enfrentam nesta madrugada

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

A noite de quarta-feira será cheia para os jogadores do Internacional. Concentrados em um hotel de Porto Alegre, os jogadores vão observar duas partidas. Às 20 horas o time B enfrenta o Inter de Santa Maria pela 4ª rodada do Gauchão. E já na madrugada, às 0 horas e 15 minutos, jogam Alianza Lima (Peru) x Jaguares (México) pelo confronto de ida da pré-Libertadores, definindo o terceiro integrante do grupo 6. O vencedor terá a companhia de Inter, Jorge Wilstermann (Bolívia) e Emelec (Equador).

“Já começa nesta quarta, né. Já vamos assistir. Temos que nos preparar bem fisicamente para entrar bem em campo, mas já podemos começar a acompanhar os adversários”, revela o lateral-direito Nei.

A estreia gaúcha no torneio será dia 16 de fevereiro contra o Emelec no Equador. A segunda rodada será no Beira-Rio, dia 23 de fevereiro, contra o vencedor de Alianza e Jaguares.

Os possíveis adversários do Inter tem histórias completamente diferentes. O Alianza é o clube mais popular do Peru e o maior vencedor do país. O Jaguares tem menos de 10 anos de história e nunca venceu uma competição significativa no México. Confira mais detalhes sobre os possíveis adversários do time gaúcho:

Divulgação
O clube mais popular do Peru
Alianza Lima
Fundado em 15 de fevereiro de 1901 o Alianza é o maior vencedor e o clube mais popular do Peru. São 22 conquistas nacionais e 22 participações na Libertadores da América.

Na edição 2010 o time fez boa campanha: Passou da fase de grupos com 12 pontos, vencendo os 3 jogos em casa. Incluindo uma goleada de 4 a 1 contra o Estudiantes da Argentina. Acabou eliminado nas oitavas de final, perdendo para o Universidad do Chile, após uma arbitragem duvidosa e muito contestada pelos peruanos.

O Alianza tem como maior rival o Universitário, também da cidade de Lima. Os dois times dividem a preferência da maioria dos torcedores do país. Cerca de 35% da população apoia o Alianza. Pela popularidade que tem, o clube é o mais valorizado do Peru.

O fornecedor de material esportivo é o mesmo da seleção brasileira. E uma empresa de cervejas paga U$$ 1 milhão (R$ 1 milhão e 700 mil) pelo patrocínio anual na camiseta. Valor considerado altíssimo para o futebol local, e bem superior aos demais clubes.

O time fez uma má campanha no Campeonato Peruano e só conseguiu a classificação para a Libertadores nas últimas rodadas, eliminando justamente o Universitário. O argentino Gustavo Costas está no comando desde 2009 e levou o grupo para fazer pré-temporada em seu país natal. Foram 3 semanas na cidade de Sierra de La Ventana (Argentina). Cinco amistosos foram realizados, com 4 vitórias e um empate (contra o Newell´s por 0 a 0).

A dupla de ataque estrangeira se destaca. Roberto Ovelar é paraguaio, e Hernan Peirone é argentino e chegou como grande novidade do plantel na temporada. Ele estava no futebol chileno.

“É muito importante começar o ano com vitória. Precisamos manter o foco para chegar à fase de grupos”, comentou o técnico Gustavo Costas em entrevista coletiva.

Divulgação
Jaguares é novato no futebol mexicano
Jaguares
O clube mexicano representa a província de Chiapas, bem ao sul do país. Foi fundado em junho de 2002 e nunca ganhou qualquer título expressivo. O Jaguares está disputando pela primeira vez a Libertadores, após ficar com a última vaga do México no Torneio Liguilla, que define os classificados para competição continental.

O atacante paraguaio Salvador Cabañas é o maior ídolo da pequena história do clube. Ele vestiu a camisa do “Felinos” entre 2003 e 2006, marcando 59 gols em 103 jogos. Posteriormente Cabañas foi para o América do México, onde foi baleado na cabeça, ao sofrer um assalto em 2010, e acabou abandonando o futebol.

O Jaguares já vem com um melhor ritmo de jogo. O Campeonato Mexicano está em andamento. Foram 3 jogos e 4 pontos conquistados (uma vitória, um empate e uma derorta). Damián Manso, meia-atacante argentino, é o principal nome do time. Ele foi campeão da Libertadores em 2008 com a LDU (do Equador).

“Vamos buscar a vitória, mas um empate também não seria ruim. Acho que não tem favorito”, projetou Manso na entrevista coletiva.

Outro destaque é o atacante colombiano Jackson Martínez de 24 anos. Ele foi o artilheiro do Campeonato Colombiano, pelo Independiente de Medellín, em 2009 e já recebeu convocações para a seleção.

“Temos uma grande oportunidade de começar a escrever uma nova história no clube”, destacou o técnico José Guadalupe.


FICHA TÉCNICA
ALIANZA LIMA X JAGUARES

Local: Estadio Alejandro Villanueva, em Lima no Peru
Data: 27 de janeiro de 2011, quinta-feira
Horário: 0h e 15 minutos (de Brasília)
Árbitro: Néstor Pitanga (Argentina)
Auxiliares: Ariel Bustos e Hernán Maidana.

Alianza Lima: Salomón Libman; Paolo de la Haza, Leandro Fleitas, Christian Ramos e Edgar Villamarín; Edgar González, Henry Quinteros, Jean Tragodara e Alexander Sánchez; Roberto Ovelar y Hernán Peirone.
Técnico: Gustavo Costas.

Jaguares: Jorge Villalpando; Miguel Martínez, Ismael Fuentes, e Omar Flores; Oscar Razo, Christian Valdés, Ricardo Esqueda, Francisco Torres e Damián Manso; Antonio Michael e Jackson Martínez.
Técnico: José Guadalupe.
 

Leia tudo sobre: InternacionalLibertadoresNeiAlianza LimaJaguares

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG