Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter chega ao Olímpico com poucas palavras e muita indignação

Jogadores mantiveram mistério sobre escalação e repetiram contrariedade às críticas ao time

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

Poucas palavras e muita concentração. Desta forma os jogadores do Inter chegaram ao vestiário do Olímpico. Os atletas deram poucas declarações e alguns mostraram indignação com a forma que está sendo abordado o clássico: favoritismo dado ao Grêmio e o Inter recebendo críticas.

“A semana foi de bastante trabalho. Conseguimos trabalhar bem. Escutamos muitas coisas e servirá como combustível. Acho que merecemos um pouco mais de respeito", disse o meia-atacante Andrezinho.

O atacante Leandro Damião foi outro que não quis saber de muita conversa. Quando perguntado como fazer para reverter o resultado favorável ao Grêmio, ele limitou-se a dizer: “jogando”.

O mistério seguirá fazendo parte do clássico. Nenhum jogador deixou escapar sobre quem vai a campo. “Tem que perguntar para o Falcão”, disse Guiñazu. “Vamos conversar com o Falcão”, respondeu Oscar. “A determinação é para buscar o título”, completou Bolívar.

A escalação só deve ser confirmada minutos antes de a bola rolar. O time poderá ter variações táticas (optando por um, dois ou três atacantes), mas os 11 jogadores escolhidos estão encaminhados. Renan; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Bolatti, Guiñazu, Andrezinho, Oscar e D´Alessandro; Leandro Damião é a escalação mais provável.

O Inter tenta reverter a vantagem adquirida pelo Grêmio no estádio Olímpico. O time de Falcão precisa de uma vitória por dois gols de diferença para ser campeão estadual. Ou pelo menos devolver o placar de 3 a 2 para levar a decisão para os pênaltis.

Leia tudo sobre: internacionalgrêmiocampeonato gaúcho 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG