Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inter abre três gols de vantagem, mas cede o 3 a 3 para o Santos

Na noite em que homenageou o lutador Minotauro, clube gaúcho saiu batendo, mas acabou quase nocauteado

Gabriel Cardoso, iG Porto Alegre |

null

Na noite em que homenageou Minotauro, lutador de MMA, o Inter viu o Santos dar uma de Rocky Balboa. Antes da bola rolar, o clube gaúcho homenageou o baiano que representou o clube no UFC Rio. Durante a primeira hora de jogo, parecia que nocautearia o Santos, pois abriu um 3 a 0.

Só não esperava que o time de Muricy Ramalho desse uma de Rocky Balboa. Com três gols na segunda etapa, o Santos buscou o 3 a 3.

Bolívar, logo a oito minutos de jogo, acertou o primeira pancada: 1 a 0. Damião, aos 19, tonteou os paulistas, fazendo 2 a 0. Oscar, aos 26 do segundo tempo, cobrando pênalti, parecia decretar o nocaute: 3 a 0.

O Santos resolveu reagir, asism como fazia o personagem de Sylvester Stalone no filme. Borges, aos 31, tentou interromper a contagem (3 a 1), Alan Kardec, aos 35, parecia dar o último suspiro (3 a 2).Borges, aos 43, decretou a sobrevivência dos visitantes (3 a 3).

Entre para a Torcida Virtual do seu time e convide seus amigos

Embalado por Minotauro, o Inter começou o jogo indo para cima. O Santos também manteve sua característica e não abdicou do jogo. O time de Dorival Júnior mostrou uma velocidade impressionante, marcando forte e atacando com força, bem diferente do Gre-Nal. Os gols não demoraram a sair. Bolívar aproveitou um cruzamento de Élton para abrir o 1 a 0. Damião, em cruzamento de Nei, completou o 2 a 0 da primeira etapa.

Grêmio tem a maior torcida do Twitter. Amplie a do Inter

O Inter parecia ter o jogo dominado. Oscar, cobrando pênalti, chegou a fazer 3 a 0 na segunda etapa. Borges, duas vezes, e Alan Kardec fizeram o 3 a 3.

Saiba notícias do Santos pelo Twitter

O Inter vai 28 pontos, perdendo nova chance de se aproximar da zona da Libertadores. O Santos chega a 23 pontos. Os gaúchos voltam a campo no domingo, 18h, quando visitam o Ceará. O Santos folga no fim de semana, pois teve a partida contra o Botafogo adiada. Os comandados de Muricy visitam o Avaí, em Florianópolis, na próxima quarta-feira.

Veja imagens de Inter 3 x 3 Santos:

O Jogo:
O Inter largou na frente logo cedo. O gol saiu de uma maneira inusitada. Assistência de um volante e gol de um atacante. Aos 8, Élton cruzou e Bolívar cabeceou para fazer 1 a 0. O Santos respondeu com um chute de Borges, nas mãos de Muriel. O segundo gol veio aos 19, de forma bem mais convencional: Nei cruzou, Damião subiu mais que a zaga e cabeceou fazendo 2 a 0.

Dellatorre quase ampliou no minuto seguinte. Driblou os zagueiros e chutou cruzando. Rafael espalmou. O Inter seguiu fazendo uma atuação com muita velocidade. O Santos tentou chegar aos 35, mas a arrancada de Léo terminou com um chute pra fora. Outra chance clara surgiu aos 38. Andrezinho fez belo lançamento, deixando Damião na cara do gol. Pressionado, ele chutou na rede pelo lado de fora. Nos acréscimos, Danilo arriscou um chute que foi para fora.

Muricy tentou mudar o jogo no intervalo ao colocar Alan Kardec na vaga de Pará. O início de segunda etapa teve o mesmo ritmo. Leandro Damião arriscou uma cabeçada, aos 13, mas foi para fora. Aos 18, o Inter saiu jogando errado e o chute de Ganso passou pertinho do gol. O chute de Borges, aos 21, obrigou Muriel a fazer nova defesa.

Guiñazu respondeu com uma pancada. Aos 23, a bomba do volante foi espalmada por Rafael. Aos 25, Edu Dracena cometeu pênalti em Bolívar. Oscar não bateu tão bem, mas entrou. A bola foi para o canto esquerdo, passando embaixo do goleiro Rafael: 3 a 0. O Santos deu o ar da graça aos 31. Alan Kardec cruzou e Borges subiu entre os zagueiros para descontar para 3 a 1.

Os atacantes inverteram os papéis aos 35. Borges cruzou, e Kardec finalizou: 3 a 2. Borges fez bela jogada individual aos 43. entrou a dribles na área e empatou o jogo em 3 a 3.

FICHA TÉCNICA - INTERNACIONAL 3 X 3 SANTOS
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Data: 31 de agosto de 2011, quarta-feira
Horário: 21h e 50 minutos (de Brasília)
Árbitro: Arilson Bispo da Anunciação (BA)
Auxiliares: José Dias da Hora e Luiz Carlos Teixeira (BA).
Cartão amarelo: Nei, Élton, Dellatorre, Índio, Bolívar, Nei (Internacional); Durval, Edu Dracena, Léo (Santos).

GOLS:
Internacional: Bolívar, aos 8 minutos do primeiro tempo; Leandro Damião, aos 19 minutos do primeiro tempo; e Oscar, aos 26 minutos do segundo tempo.
Santos: Borges, aos 31 minutos e aos 41 minutos do segundo tempo; Alan Kardec, aos 35 minutos do segundo tempo.

INTERNACIONAL: Muriel; Nei, Bolívar, Índio e Kléber; Élton, Guiñazu, Oscar (Sandro Silva) e Andrezinho (João Paulo); Dellatorre (Ilsinho) e Leandro Damião.
Técnico: Dorival Júnior.

SANTOS: Rafael, Pará (Alan Kardec), Edu Dracena, Durval e Léo (Cristian); Adriano (Felipe Anderson), Henrique, Danilo e Ganso; Neymar e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

Leia tudo sobre: InternacionalSantosBrasileirão 2011

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG