Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Inteligência e união: as receitas do Grêmio contra Damião

Centroavante do Inter fez 18 gols em 17 jogos e preocupa Renato Gaúcho

Hector Werlang, iG Porto Alegre |

A zaga do Grêmio terá uma missão ingrata no Gre-Nal deste domingo: parar o centroavante Leandro Damião, do Inter, autor de 18 gols em 17 jogos em 2011. O assunto foi pauta entre os defensores e o técnico Renato Gaúcho durante a semana no Olímpico.

"Disse para eles: temos de levar gols pela virtude do adversário, não por falhas nossas. Damião é um jogador que está bem, cabeceia bem, mas também temos uma boa zaga", disse o treinador.

A receita, então, é evitar que a bola chegue ao centroavante com facilidade. Se esta tática não funcionar, os zagueiros, definiu Rodolfo, precisam ser inteligentes: pensar antes do adversário.

Rafael Marques, que deve completar a defesa gremista, defendeu que a responsabilidade pela marcação, especialmente da bola área, principal virtude do colorado, deve ser coletiva:

"Quando as coisas passam a não acontecer da maneira que a gente quer, a única maneira é trabalhar. O tempo é curto e não dá para fazer muita coisa. Não passa só por mim ou pelo Rodolfo. Tem um conjunto. A cobrança pela bola aérea tem que passar por todo mundo".

Se o Grêmio vencer o clássico será campeão gaúcho. O Inter precisa derrotar o rival para levar a decisão do título a outros dois clássicos.

Leia tudo sobre: grêmiointernacionalleandro damiãodefesazaga

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG