Tamanho do texto

Grupo de quatro trocedores foi cobrar profissionalismo do jogador e acabou sendo retirado pela polícia

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859341974&_c_=MiGComponente_C

Quatro torcedores de uma torcida organizada do Botafogo invadiram o treinamento da equipe, na tarde desta sexta-feira, no estádio Engenhão. O grupo passou pelo portão, antes do treino ser aberto para a imprensa, e chegou a entrar no campo para cobrar o atacante Jobson, mas foi retirado pelos seguranças da equipe carioca. Após alguns minutos, a polícia foi chamada e retirou o grupo, que foi liberado.

Segundo os torcedores, eles chegaram a parar o treinamento e falaram com o atacante, cobrando uma mudança de postura. Já a assessoria do clube garante que a atividade não foi paralisada em nenhum momento, apesar dos pedidos dos torcedores para falar com Jobson.

Gazeta Press
Torcedores de organizada do Botafogo são retirados do estádio Engenhão pela PM

Após serem retirados, os torcedores ameaçaram o jogador e afirmaram que caso o clube não consiga uma vaga na Copa Libertadores, o atacante sofrerá 'as consequências' e que ele estaria andando com flamenguistas. Um dos integrantes da organizada chegou a citar o ídolo Garrincha, que foi prejudicado pelo alcoolismo, como exemplo para o jogador. "Eu até pedi para ele ler a biografia do Garrincha, a gente não pode perder mais um jogador assim", disse um dos torcedores.

Por conta da invasão, o treino deste sábado, em General Severiano, que seria liberado para a torcida, será fechado. O jogador foi afastado no começo da semana, após ter faltado ao treinamento da última sexta-feira. O atacante voltou aos treinamentos nesta sexta-feira e pode ser relacionado pelo técnico Joel Santana.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.