Tamanho do texto

Parabéns para a Rússia, pois eles produziram uma forte campanha, mas ainda está difícil de engolir isso, disse o ex-atacante Alan Shearer

Uma das favoritas à sede da Copa do Mundo de 2018, a Inglaterra chegou a Zurique, na Suíça, com uma delegação de estrelas como o príncipe William e o jogador David Beckham para a cerimônia realizada nesta quinta-feira. Com a escolha da Rússia para a edição de 2018 e do Catar para 2022, alguns jogadores se revoltaram contra a decisão do presidente da Fifa, Joseph Blatter.

Dentre eles, destaque para Rio Ferdinand. "A Rússia como país sede de uma Copa do Mundo? É impossível. O que mais poderíamos fazer? O que nós fizemos de errado?", questionou o jogador em sua página no Twitter.

Presente no evento na sede da Fifa, o ex-jogador Alan Shearer revelou conhecer o resultado antes do pronunciamento de Blatter. "Nós ouvimos rumores alguns minutos anteriores à declaração do presidente, dizendo que não havíamos conquistado a chance. Parabéns para a Rússia, eles produziram uma forte campanha, mas ainda está difícil de engolir isso", lamentou.

Outro jogador que se manifestou no Twitter foi Jack Wilshere, meio campista do Arsenal. "Estou muito triste pela Inglaterra. Seria uma grande chance e deixamos ela escapar. Alguma coisa está errada nisso tudo", disse o atleta de 18 anos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.