Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Influência do dono do Pão de Açucar pesou na contratação de Leão

Abilio Diniz, um dos 10 homens mais ricos do Brasil, é fanático pelo São Paulo

iG São Paulo |

Divulgação
O empresário Abilio Diniz (centro) visita o CT de Cotia
O empresário Abilio Diniz, dono de uma fortuna avaliada em 3,4 bilhões de dólares, nunca escondeu seu amor pelo São Paulo. No ano passado, insatisfeito com o desempenho do time, ele foi peça fundamental na contratação do técnico Emerson Leão.

“Levei dez dias para convencer o Juvenal Juvêncio (presidente do São Paulo) a contratar o Leão”, disse Diniz, em entrevista à "Revista GQ".

Leia ainda: Leão recusa Felipe e pede goleiro com vontade de aprender

No entanto, apesar do lobby, Diniz também aproveitou para mandar um recado para o ex-goleiro. “Você vai aceitar todos que estiverem lá. E, se brigar com o Milton Cruz, quem sai é você. Estamos entendidos?”.

Além de ser amigo de Leão, o empresário é muito próximo de Milton Cruz, coordenador técnico do São Paulo. Com certa freqüência, eles conversam sobre futebol. De quebra, quando não concorda com a escalação time, Diniz envia mensagens, via SMS, para dar palpites.

“O Milton fica muito feliz. Muitas vezes, vejo coisas que ele não vê. Sempre fui um estrategista do futebol”, explica.

Membro do conselho consultivo do clube, o bilionário ainda cornetou o presidente Juvenal Juvêncio pelos resultados ruins no ano passado e, principalmente, por ter apostado no técnico Adílson Batista.

“O grande culpado disso é o meu amigo Juvenal Juvêncio. Ele é um cara que conhece futebol e é seriíssimo. Mas está ficando um pouco mais velho, e tem alguns velhos que ficam passionais e saem da realidade”, provocou.

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG