Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Incendiário, Gilto diz que municia MP para agir contra Arena

Conselheiro do Palmeiras confirma que dossiê ajudou promotor a pedir paralisação das obras do estádio

Danilo Lavieri, iG São Paulo |

O conselheiro Gilto Avallone foi apontado na Academia de Futebol como responsável por informações privilegiadas vazarem para fora do Palmeiras . E ele tratou de honrar a suspeita. Avallone diz ser o responsável por municiar o Ministério Público com informações que possibilitaram ao órgão pedir nesta sexta-feira a paralisação das obras da Arena Palestra.

Por meio do promotor José Carlos de Freitas, o MP paulista quer a anulação da revalidação do alvará, e ainda pede que o antigo estádio seja reconstruído, assim como a antiga área verde, que precisa ser recomposta.

Siga o Twitter do iG Palmeiras e receba as notícias do seu time em tempo real

Ao iG, Gilto confirmou que Freitas teve a sua ajuda para fazer o pedido de paralisação das obras. O conselheiro organiza um relatório com os pontos que considera falhos e os encaminha à Justiça, especialmente quando não tem suas requisições atendidas internamente no clube.

Reprodução/Twitter
Nova Arena do Palmeiras mudará de cor de acordo com o evento


"Tem a ver com isso (o meu dossiê), sim. Ele inclusive pede a reconstituição da área verde, coisa que eu falei bastante no meu relatório. Eu acho que as coisas precisam ficar bem explicadinhas, está certo?", afirmou Gilto.

"E tem que ver como estão as coisas no estádio do Corinthians também, viu? Eu acompanhei de perto do Palmeiras e sei o que acontece lá, mas não sei como estão as coisas no Corinthians . É bom saber que ninguém pode brincar com o Ministério Público", completou.

Coloque seu time em 1º no ranking da Torcida Virtual do iG Esporte

Via comunicado oficial, o Ministério Público afirmou que a ação tem como objetivo defender o meio ambiente de um dano que pode ser irreversível e ainda dá 30 dias para que as obras sejam demolidas e que toda a área verde volte ao normal, respeitando os índices urbanísticos fixados pelo Plano Diretor Estratégico e legislação correlata, no prazo de 12 meses.

Reprodução/Twitter
Nova Arena do Palmeiras mudará de cor de acordo com o evento
"Apesar da boa vontade da corré Municipalidade em reconhecer a validade do alvará concedido em 2002 à SEP, constatou-se que: jamais a Sociedade Esportiva Palmeiras poderia aprovar qualquer ampliação de suas edificações, porque, como clube esportivo social, não possuía 40% de áreas permeáveis; o alvará de 2002 caducou por ausência de obras por um lapso superior a um ano", diz a ação.

WTorre e Palmeiras alegam que ainda não foram notificados. Enquanto isso, a companhia comemora a colocação da primeira das 800 estacas que serão fincadas para a construção do estádio. Dois prédios já estão em estágio avançado.

Gilto foi alvo de bilhete no vestiário

Conhecido antigamente apenas por tentar deixar a construção da Arena Palestra sempre dentro dos conformes da lei, Gilto ganhou mais exposição na mídia recentemente por ter sido nomeado em um bilhete nos vestiários do Palmeiras . O recado pedia cuidado com o conselheiro.

MiGCompLinks_C:undefinedAntes, Gilto já era o protagonista da batalha judicial que durou mais de um ano para que o alvará fosse expedido pela Prefeitura de São Paulo. O então presidente palmeirense, Luiz Gonzaga Belluzzo, chegou a receber o documento em mãos, no hospital, vindo de Gilberto Kassab.

Recentemente, a atual diretoria também entrou em uma briga com a WTorre em busca de melhorar o contrato da Arena. As obras foram até paralisadas, mas, depois de uma renegociação, tudo voltou ao normal.

Com o ex-presidente Mustafá Contursi à frente das negociações, o clube conseguiu ter direito a vagas de estacionamento e camarotes sem desembolsar verba extra, além de ter tido maiores garantias financeiras em caso de desistência por parte da WTorre.

iG visitou o Palmeiras em abril e registrou o início das obras. Veja as fotos

Leia tudo sobre: palmeirasarena palestrawtorregilto avalone

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG