Tamanho do texto

Nas oito partidas que realizou como mandante, os alagoanos ganharam sete e só empataram com o Sport

O maior período sem vitórias da Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro não afetou muito sua posição na tabela, já que terminou o primeiro turno em segundo lugar, a três pontos da Portuguesa. Para pôr fim a um jejum que já dura três jogos, porém, o time terá que fazer, às 20h30 (de Brasília) desta terça-feira, algo inédito nesta edição do torneio: vencer o ASA no estádio Coaracy Fonseca, em Arapiraca (AL).

Nas oito partidas que realizou como mandante, os alagoanos ganharam sete e só empataram com o Sport. Se não tem compensado como visitante, já que vem de derrota para o Vitória na Bahia, a equipe de Arapiraca, que inicia a 20ª rodada a três pontos da zona de acesso à primeira divisão, faz valer sua força em casa.

A Ponte, por sua vez, também usa números a seu favor: ficou somente uma rodada fora da faixa que dá vaga na Série A, mais até do que a líder Lusa, que não esteve no G-4 três vezes. Além disso, o Alvinegro campineiro pode até ficar na liderança caso a equipe do Canindé seja derrotada pelo Náutico, no Recife, e a Ponte vença o ASA com vantagem suficiente para superar diferença de sete gols no saldo.

Para poder, ao menos, continuar próximo à dona da primeira colocação na tabela, a equipe de Campinas terá que superar a sequência atual de três empates. Fora de casa, o time ficou no 1 a 1 tanto com o Boa Esporte, em Minas Gerais, quanto com o ABC, no Rio Grande do Norte, e teve que buscar o 3 a 3 após estar perdendo por 3 a 1 como mandante, em Araraquara, com o Náutico, no último sábado, para continuar na vice-liderança da Série B.

Diante da má fase, o técnico Gilson Kleina terá os retornos do atacante Ricardinho e do volante João, que retornam de suspensão, e deve retomar o esquema com três volantes. O meia Renatinho, provavelmente, será poupado por desgaste físico, cedendo a vaga para João. E Ricardinho deve substituir Lucio Flavio na companhia ao artilheiro Ricardo Jesus no ataque.

"Não será fácil, mas todos no elenco sabem da importância do jogo, que marca nossa estreia no returno. O treinador pediu atenção e dedicação dobrada", contou Ricardinho, animado. "É sempre ruim ficar de fora, ainda mais na fase em que o time está. Quero voltar logo e fazer uma boa partida, de preferência marcando gols", comentou.

FICHA TÉCNICA
ASA X PONTE PRETA

Local: estádio Coaracy Fonseca, em Arapiraca (AL)
Data: 30 de agosto de 2011, terça-feira
Horário: 20h30 (de Brasília)
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira (MG)
Assistentes: Janete Mara Arcanjo (MG) e Ivaney Alves de Lima (SE)

ASA: Gilson; Tiago, Toninho, Emerson e Raulen; Cal, Sérgio, Didira e Raul; Alexsandro e Reinaldo Alagoano
Técnico: Vica

PONTE PRETA: Júlio César; Guilherme, Leandro Silva, Ferrón e Uendel; Xaves, Mancuso, João e Renato Cajá; Ricardinho e Ricardo Jesus
Técnico: Gilson Kleina