Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ilsinho elogia Jean e vê forte concorrência em qualquer posição

Como lateral-direito ou meia, camisa 77 não acredita em vida fácil para ser titular no São Paulo em 2011

Levi Guimarães, iG São Paulo |

Quando foi contratado do Shaktar Donetsk por empréstimo no segundo semestre do ano passado, Ilsinho foi apresentado como lateral-direito, posição na qual jogou em sua primeira passagem pelo São Paulo. Aos poucos, porém, ele deixou claro que após anos na Europa estava melhor adaptado a posições mais ofensivas. E neste começo de temporada, o jogador ainda mostra uma certa indecisão em relação à posição ideal.

“É difícil, principalmente depois do ano passado. Cheguei como lateral, depois acabei atuando mais na frente. Esse ano também vai ser complicado, porque o Jean está adaptado na lateral e vem jogando super bem. Não sei responder. Estou aqui para ajudar, na lateral ou na segunda linha da frente”, disse Ilsinho.

Apesar dos elogios ao “rival” Jean, ele também destaca que a concorrência por uma vaga no meio de campo não será fácil. Embora deva começar o ano como titular no setor, ele Ilsinho pode perder espaço com a volta de Lucas, que atualmente está com a seleção sub-20.

“Tem até muito mais meias do que laterais, mas hoje tanto em uma posição como na outra a concorrência é forte. O Jean terminou 2010 super bem, então seja na lateral ou no meio, a concorrência é grande. Se for falar em preferência, claro que prefiro jogar um pouco mais na frente, mas não projeto nada. Quero é conseguir uma boa sequência de jogo”, afirmou.

Ilsinho também comentou a redução do elenco do São Paulo. Depois de perder quatro jogadores no final da temporada passada e trazer apenas um reforço, o time também já está se acostumando com a ideia de perder Miranda, que vai para o Atlético de Madri em julho, e Alex Silva, cujo contrato de empréstimo termina no mesmo mês.

“Posso falar com relação a mim. Se dependesse de mim assinava até os 35 anos e ficava aqui o resto da carreira. Mas a gente sabe que no futebol querer não é poder. Mas o São Paulo é um clube inteligente e se no meio do ano perder jogadores, com certeza já está de olho em outros, talvez até mais competentes que a gente”.

Leia tudo sobre: são paulofutebolilsinho

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG