Os dois times são os reis do empate na Série B: Cada uma das equipes já terminou em igualdade em cinco jogos

ABC -RN e Criciúma levaram o equilíbrio da tabela para o gramado do Frasqueirão, em Natal, na noite deste sábado. No encerramento da 9ª rodada da Série B, o "jogo de seis pontos" entre dois candidatos ao G-4 terminou empatado por 1 a 1. Os gols foram de Pio, para os donos da casa, e Schwenck, para os catarinenses.

Com o resultado, as equipes continuam iguais na classificação, agora com 14 pontos. A entrada no grupo dos quatro melhores classificados fica para depois: o ABC-RN - que leva vantagem no saldo de gols - está em 7º, enquanto o Criciúma segue uma posição abaixo. O Americana, quarto colocado neste momento, tem 17 pontos.

O Tigre volta a campo na terça-feira, contra o Goiás, no Heriberto Hulse. Já os potiguares jogam no domingo que vem, contra o Guarani, no Brinco de Ouro da Princesa.


O jogo 
O Criciúma começou melhor. Quando o cronômetro marcava cinco minutos, Roni e Aloisio já haviam assustado o goleiro Wellington com chutes venenosos. Aos 16 minutos, o técnico Leandro Campos, do ABC, precisou resolver um problema: lesionado, Basilio precisou ser substituído e o volante Makelele foi o escolhido para entrar em seu lugar.

Curiosamente, os anfitriões cresceram e logo abriram o placar. Aos 22 minutos, Kauê cobrou escanteio pela direita e Pio teve liberdade para ajeitar o corpo antes de atirar com força, sem chances para o goleiro Andrey, que encostou na bola, mas não conseguiu evitar o gol.

O jogo ficou aberto. A resposta dos visitantes veio aos 33, quando um chute de Roni desviou na defesa do ABC e carimbou o travessão. Cinco minutos depois, Cascata não se intimidou com a distância e, fora da grande área, arriscou uma bicicleta que deu trabalho ao goleiro Andrey.

Nem a pausa do intervalo foi capaz de diminuir o ritmo do jogo. Logo aos 16 segundos da etapa complementar, Roni fez boa jogada pela direita e cruzou rasteiro para Schwenck finalizar com precisão e deixar tudo igual no Frasqueirão: 1 a 1.

O ABC teve boa chance de retomar a vantagem aos 19 minutos, mas a bola chutada por Kauê bateu no travessão. Aos 32, quem chegou perto do gol foi o Criciúma, com Mateus, em chute que passou por cima da meta defendida por Wellington.

A emoção foi até o final. Com 43 minutos, Mateus arriscou da intermediária e carimbou a trave de Wellington. No lance seguinte, a torcida do ABC reclamou de pênalti, mas a arbitragem mandou seguir.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.