Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ídolo tricolor, Ricardo Gomes fala como é trabalhar no Vasco

Treinador reconhece dificuldade, mas avisa que somente as vitórias podem aproximá-lo do torcedor

Hilton Mattos, iG Rio de Janeiro |

Zagueiro de talento refinado, Ricardo Gomes fez história no futebol brasileiro defendendo o Fluminense nos anos 80. Até hoje, é tido com um dos melhores jogadores da posição na história do clube das Laranjeiras. Mas o mundo gira, e quando decidiu trocar a grande área pela área técnica, deixou de ser tricolor.

As cores da nova bandeira são pintadas de acordo com o time que está dirigindo. A tarefa para ele até que é simples. Difícil é convencer e conquistar a torcida. No Vasco, deu a sorte de os resultados mudarem com a sua chegada. Em três partidas, três goleadas. Mas Ricardo Gomes não ilude. Ele sabe que só mantendo o trabalho, terá vida longa em São Januário.

“É difícil ser identificado com um clube e trabalhar em outro. Mas até agora tive uma impressão positiva. Agora precisamos manter, e isso não é fácil. Para tanto, precisamos de vitórias. Só assim torcedor vai te respeitar. Os resultados podem me deixar aqui muito tempo”, disse Ricardo Gomes.

A vida longa na Colina virá numa parceria com os jogadores. Nas vitórias sobre América e Comercial-MS (9 a 0 e 6 a 1, respectivamente), o que mais o deixou animado foi o comprometimento do grupo. Apesar da larga vantagem, o time tinha a consciência que precisava atacar.

“Temos que alimentar o torcedor. Quero ir atrás da Taça Rio. Tenho certeza que, vencendo, traremos o torcedor para o nosso lado. Mais um ponto a favor para mim”, disse o técnico.
 

Leia tudo sobre: vasco

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG