Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ídolo dos candidatos ao título, Rivellino considera Fluminense o melhor time do Brasil

Presente em feira no Rio de Janeiro, Riva ganhou parte da arquibancada do Maracanã e elogiou Conca. Preferiu, porém, não cravar quem será o campeão brasileiro

Vicente Seda, iG Rio de Janeiro |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859605667&_c_=MiGComponente_C

Rivellino, ex-jogador de Corinthians e Fluminense, recebeu um presente nesta terça-feira no Soccerex, evento internacional sobre futebol que está sendo realizado no Rio de Janeiro. Ganhou da prefeitura do Rio um pedaço da arquibancada do Maracanã, que está em reforma para a Copa do Mundo de 2014, que será no Brasil. Ex-ídolo de tricolores e corintianos, Riva ficou em cima do muro sobre quem será o campeão brasileiro, mas deu a entender preferência pelo Flu de Muricy Ramalho.

Pelo que está mostrando, o Fluminense hoje é o melhor time do Brasil. O Conca é o principal jogador e Deus é bom com ele, não machuca (é o único jogador de linha a ter atuado em todas as rodadas do Brasileiro). Já que não tem um brasileiro se destacando, ele tem feito a diferença com a qualidade argentina, disse Rivellino.

Percebendo talvez que ter uma preferência pelo clube carioca causasse polêmica em São Paulo, Rivellino preferiu ressaltar que não torce por nenhum dos dois. O Cruzeiro também ainda briga pela taça. Em setembro, como parte das festividades pelo centenário, a diretoria corintiana inscreveu Rivellino na CBF, como forma de homenageá-lo. Em tese, ele pode até entrar em campo e torcedores corintianos sonhavam em vê-lo jogar minutos finais na última rodada, em Goiânia, em caso de título garantido.

São os meus dois times do coração, o Fluminense agora tem uma condição muito favorável para ser campeão e quem for melhor eu quero que vença. De um jeito ou de outro, vou comemorar o título no fim do ano. Os dois foram muito importantes na minha vida. O Fluminense tem a cara do Muricy, um time ofensivo mas que sabe marcar, o Corinthians tem uma linha de defesa muito boa e um meio muito criativo. Pena que não podem ser os dois campeões.

Jogador na época que o Brasileiro tinha muitos times (mais de 80 na primeira divisão) e regulamentos complicados, Rivellino disse ser a favor dos pontos corridos, apesar da possibilidade de mala branca (clube dando dinheiro para incentivar um time sem pretensões a vencer rival direto) e entregadas de adversários regionais.

Não tem aquele negócio do oitavo se classificar e vencer o primeiro. Acho mais justo.

Rivellino ficou emocionado ao receber parte da história do Maracança das mãos da secretária de turismo, esporte e lazer do Rio, Márcia Lins. O Maracanã faz parte da minha vida, da minha história, os gols as jogadas que estão na minha cabeça e não vou esquecer jamais."

Leia tudo sobre: campeonato brasileirocorinthiansfluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG