Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Ibson é o favorito de Celso Barros para substituir Conca no Flu

Meia tem mais dois anos de contrato com o Spartak de Moscou, mas, insatisfeito, tenta sua liberação

Marcello Pires, iG Rio de Janeiro |

undefined
Ibson, meio-campista do Spartak Moscou, da Rússia
Após e a confirmação do acerto de Dario Conca com o Guangzhou Evergrande, da China, pelos próximos dois anos e meio, os nomes de Martinuccio, do Peñarol (URU), Roni, do Criciúma, e Pablo Aimar, do Benfica (POR), surgiram com os principais candidatos para substituir o argentino. No entanto, no que depender da vontade do presidente da patrocinadora do Fluminense, Celso Barros, Ibson, que está insatisfeito no Spartak de Moscou, é o grande favorito para reforçar o atual campeão brasileiro no restante da temporada.

Entre para a Torcida Virtual do Fluminense e convide seus amigos

Revelado pelo arquirival Flamengo, o apoiador é o novo sonho de consumo do presidente da Unimed, como um dia já foram Araújo, Felipe, atualmente no Vasco, Romário, Carlos Alberto, que recentemente trocou o Grêmio pelo Bahia, e Muricy Ramalho, por exemplo. Não, por acaso, todos com passagens pelas Laranjeiras, o que enche o torcedor tricolor de esperança.

Indicado por Celso Barros, o nome de Ibson foi logo aprovado pelo técnico Abel Braga, que trabalhou com o jogador no Flamengo, em 2004. Dinheiro para trazer o jogador pode até não faltar, o duro será convencer os russos do Spartak a liberar o meia, que ainda tem mais dois anos de contrato.

Seu Laís, pai do jogador, desconhece o interesse do Fluminense, no entanto, confirma que já iniciou as conversas com o técnico e diretor do clube de Moscou, Valery Karpin, para tentar uma liberação antes do término do contrato.

Siga o iG Fluminense no Twitter e receba todas as informações do seu time em tempo real

Se o pai do atleta afirma não saber de nada, uma outra pessoa ligada ao jogador, que preferiu não se identificar, confirmou que o Fluminense mostrou interesse por Ibson. Porém, assegura que a negociação é complicada e ainda não saiu do papel.

Se os rumores realmente forem verdadeiros, a diretoria tricolor vai precisar correr contra o tempo e fechar a transação até o dia 20 de julho, quando se encerra a janela de transferências internacionais no Brasil.
 

Leia tudo sobre: Brasileirão 2011FluminenseConca

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG