Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Hulk marca, Porto volta a vencer o CSKA e vai às quartas

Equipe portuguesa venceu as duas partidas das oitavas da Liga Europa e se garantiu na próxima fase

Gazeta Esportiva |

Vencedor da partida de ida, na Rússia, por 1 a 0, o Porto recebeu o CSKA nesta quinta-feira, no Estádio do Dragão, precisando apenas de um empate para garantir vaga para as quartas de final da Liga Europa. Mesmo assim, os portugueses não se acomodaram e derrotaram os russos por 2 a 1, com gols de Hulk e Guarín (Tosic diminuiu para o CSKA).

No primeiro tempo, o Porto abriu dois gols de vantagem no marcador, sendo que, no segundo gol, uma falha envolvendo o arqueiro Akinfeev e outros defensores do CSKA foi aproveitada pelos portugueses. Pouco depois, os russos conseguiram diminuir a desvantagem após boa jogada de Dzagoev, que achou Tosic livre na grande área.

Na etapa final, a equipe do brasileiro Vágner Love, que chegou ao seu 11º jogo sem marcar, tentou adotar uma postura mais ofensiva, mas acabou não conseguindo assustar o goleiro brasileiro Hélton. Seguindo perigoso, o Porto ainda teve um gol do zagueiro Rolando anulado pela arbitragem.

Nesta sexta-feira, às 9h (horário de Brasília), o Porto conhecerá o seu adversário nas quartas de final da Liga Europa, que será definido em um sorteio da Uefa na cidade de Nyon, na Suíça.

O jogo

Logo no primeiro lance do jogo, o Porto abriu o placar. Em falta pelo lado direito, Hulk cruzou para dentro da área, Guarín tentou, mas não conseguiu o desvio, e a bola acabou indo para fundo das redes do goleiro Akinfeev depois de tocar na trave direita da equipe russa.

Apesar de ameaçar uma reação, o CSKA acabou levando mais um gol após uma incrível falha do sistema defensivo. Em jogada na área do clube russo, Ignashevich atrasou de cabeça para o goleiro Akinfeev, que, para evitar a saída da bola para o escanteio, deu um tapa para o lado direito. Esperto, Hulk aproveitou a sobra e cruzou para a área. Na sequência, Falcão Garcia não conseguiu a finalização, mas Guarín pegou a bola e bateu por baixo de Akinfeev, para aumentar a vantagem do Porto no marcador.

Com o placar agregado de 3 a 0 para os portugueses, o CSKA precisava virar a partida para conseguir a classificação. Para manter as esperanças vivas, os russos conseguiram diminuir a desvantagem pouco depois do segundo tento do Porto. Em boa jogada, Dzagoev achou Tosic dentro da área. Com tranquilidade, o meia dominou com a perna esquerda e tocou com categoria por baixo do goleiro Hélton.

Na etapa final, o CSKA seguiu ineficiente nas finalizações, e conseguiu no máximo chutes para longe do gol de Hélton com Aldonic e Tosic. Tranquilo, o Porto ainda teve um gol anulado corretamente pela arbitragem, que viu toque de mão do zagueiro Rolando após cruzamento de Hulk.

Faltando poucos minutos para o fim da partida, Vágner Love teve a chance de acabar com o seu jejum de gols e devolver a esperança para o CSKA, mas o chute de canhota do brasileiro acabou passando à esquerda do gol de Hélton. Assim, só restou aos russos lamentarem mais uma derrota para o Porto e a eliminação da Liga Europa.  

Leia tudo sobre: liga europacskaporto

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG