Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Holandês Guus Hiddink é o novo técnico do Anzhi

Além de técnico, ele também assumirá um cargo de vice-presidente para ajudar no desenvolvimento do clube

AE |

selo

Getty Images
Guus Hiddink foi anunciado nesta sexta-feira como técnico do russo Anzhi
O Anzhi Makhachkala confirmou nesta sexta-feira a contratação do holandês Guus Hiddink para comandar a equipe. O clube russo, que se tornou mundialmente conhecido após as contratações de astros como o atacante camaronês Samuel Eto'o e o lateral-esquerdo brasileiro Roberto Carlos, assinou contrato por um ano e meio com o treinador. 

Deixe seu recado e comente com outros torcedores

Além de técnico, Guus Hiddink também assumirá um cargo de vice-presidente para ajudar no desenvolvimento do clube. "Eu conheço as ambições do acionista, do clube, dos torcedores, agora que é conhecido no mundo todo. Eu vou fazer o meu melhor para que a equipe possa satisfazer essas ambições", disse, ao site oficial do clube. 

Leia também: Anzhi oficializa Roberto Carlos como técnico interino

Hiddink afirmou que a possibilidade de ajudar no desenvolvimento do futebol do Daguestão o ajudou na decisão de trabalhar no Anzhi. "O mais importante para mim é que o clube está com planos de desenvolvimento do futebol na República [do Daguestão]. Isto é tão importante quanto o resultado esportivo da equipe". 

Além do treinador holandês, o nome do italiano Fabio Capello, que recentemente deixou a seleção da Inglaterra, foi especulado para assumir o Anzhi. O último trabalho de Hiddink foi na seleção turca, de onde saiu após fracassar na tentativa de classificar a equipe para a Eurocopa deste ano. Ele também passou por clubes como Chelsea, PSV e Real Madrid, além de ter levado as seleções da Holanda, em 1998, e da Coreia do Sul, em 2002, às semifinais da Copa do Mundo. 

Apesar dos altos investimentos, o Aznhi está apenas em sétimo lugar no Campeonato Russo, 13 pontos atrás do líder Zenit St. Petersburg. Por isso, Suleiman Kerimov, dono do clube, não deverá economizar em investimentos, para reforçar a equipe, agora sob o comando de Hiddink.

Leia tudo sobre: futebol mundialrússiaanzhiGuus Hiddink

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG