Treinador do clube da capital alemã tinha avisado que saía do clube em maio, ao final de seu contrato

selo

O Hertha Berlim anunciou neste domingo a demissão do técnico Markus Babbel. A saída foi provocada por um desentendimento público do treinador com o diretor do clube, Michael Preetz, que teve, inclusive, acusações de que um dos dois seria mentiroso.

Leia também:  Raul marca três e comanda goleada do Schalke sobre Werder Bremen

No sábado, depois do empate fora de casa com o Hoffenheim, Babbel anunciou que ficaria no Hertha até o final do seu contrato, em maio, sem chance de renovar o compromisso. E contou que tinha comunicado sua decisão à diretoria em novembro.

Preetz, no entanto, revelou ter sido comunicado pelo treinador apenas na última terça-feira, criticando a sua atitude. "Quando alguém tem uma opinião diferente, talvez ele não esteja ouvindo corretamente", acusou Babbel, ao comentar o caso.

Diante disso tudo, a diretoria do Hertha resolveu demitir o treinador. Mas ainda não anunciou o nome do substituto. Segundo a imprensa alemã, o favorito para ocupar o cargo é Michael Skibbe, que já trabalhou no Eintracht Frankfurt.

Ex-jogador do Bayern de Munique e do Liverpool , Babbel estava no comando do Hertha desde a temporada passada, quando foi campeão da segunda divisão e conseguiu o acesso. Neste Campeonato Alemão , o time terminou o primeiro turno com 20 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.