Zagueiro não tem explicação para queda do time menos de um ano depois da conquista do título brasileiro

Autor do gol do título brasileiro do ano passado, o zagueiro Ronaldo Angelim vive uma realidade completamente diferente em 2010. Contratado em 2006, ele havia conquistado, além do Brasileiro, três campeonatos cariocas e uma Copa do Brasil. Será o primeiro vez no Flamengo que termina uma temporada sem levantar uma taça.

Aos 34 anos, Angelim é o segundo jogador mais velho do grupo e, com sua vivência, sabe como é importante para o time vencer o jogo contra o Guarani, sábado, às 19h30, no Engenhão. O adversário tem 37 pontos, três a menos do que o Flamengo, e está na zona de rebaixamento, faltando apenas três rodadas para o fim do Brasileiro.

"As duas equipes precisam da vitória. Quem joga aqui contra o Flamengo vem com a marcação forte, não deixa a nossa equipe jogar e leva pontos daqui. Temos de marcar forte também para termos sucesso nesta partida", disse Angelim.

A reviravolta um ano depois não assusta o jogador. Depois de começar tarde a sua carreira no futebol, defendeu Fortaleza, Icasa e Ceará antes de agarrar a sua chance no Flamengo.

"Futebol é assim mesmo. É uma coisa até sem explicação essa situação que o time vive hoje. Claro que não são os mesmos jogadores do ano passado, mas não mudou tanta coisa assim. O importante agora é fazer de tudo para tirar o Flamengo dessa", explicou Angelim.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.