Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Henrique pode reeditar velha parceria com Ramires na seleção

Jogadores atuaram juntos no meio-campo do Cruzeiro e agora foram convocados para o amistoso contra a Escócia

Frederico Machado iG Belo Horizonte |

Vipcomm
Henrique é um dos destaques do Cruzeiro na Copa Libertadores e foi convocado pela primeira vez
O volante Henrique, do Cruzeiro, vive um momento especial em sua carreira. O jogador é uma das principais peças do elenco do time que é uma das sensações da Copa Libertadores. E o bom momento rendeu-lhe sua primeira convocação para a seleção brasileira, quando poderá atuar ao lado de um velho amigo: Ramires. Os dois já jogaram juntos com a camisa do Cruzeiro e podem reeditar os velhos tempos agora sob o comando de Mano Menezes.

O treinador do Brasil esteve presente na Arena do Jacaré no último jogo do Cruzeiro pela Copa Libertadores e foi só elogios a Henrique. “Henrique está no perfil da posição de volante que queremos. Passa da linha da bola, tem boa saída e faz a transição muito bem. Tem cabeça boa, cara limpa, do jeito que gosto de ver. Gente que quer espaço e quer vencer na seleção assim como venceu no seu clube”, disse Mano Menezes.

O volante do Cruzeiro revelou que chegou a ficar ansioso por saber que Mano estava assistindo ao jogo contra o Tolima. “Claro que fiquei ansioso para mostrar um bom futebol, mas isso é só nos primeiros minutos, depois esqueci. Tive que me concentrar no jogo para ajudar o Cruzeiro e procurei fazer o que já vinha fazendo aqui no clube”, explicou.

Getty Images
Ramires, que hoje brilha no Chelsea, já atuou ao lado de Henrique com a camisa do Cruzeiro
Com a camisa “amarelinha”, Henrique pode atuar ao lado do amigo Ramires, com quem já jogou no Cruzeiro nas temporadas de 2008 e 2009, sob o comando do então treinador Adilson Batista. Os dois chegaram à final da Copa Libertadores de 2009, quando o Cruzeiro foi derrotado pelo Estudiantes, da Argentina.

Henrique revelou que Ramires, hoje no Chelsea, da Inglaterra, ligou para parabenizar pela convocação. “Estou bastante motivado com essa chance. Ramires me ligou, falando como que é na seleção. Vou muito motivado para mostrar meu trabalho lá”, disse. Ramires já é experiente quando o assunto é seleção brasileira, já que disputou a última Copa do Mundo sob o comando de Dunga.

E o volante cruzeirense pode acabar seguindo o mesmo caminho do antigo companheiro, já que o presidente do clube mineiro, Zezé Perrella, afirmou durante a semana que será muito difícil segurar o atleta depois da Copa Libertadores. “Estou tranqüilo. Tudo tem seu tempo, na vontade de Deus. Tenho que fazer meu trabalho e as coisas vão caminhar naturalmente. Tenho que pensar no Cruzeiro para que as coisas aconteçam mais para frente”, disse o jogador sobre uma possível transferência internacional.

O amistoso do Brasil contra a Escócia será disputado em Londres, na Inglaterra, no próximo dia 27.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroHenriqueRamiresseleção brasileira

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG