Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Henrique chora de alegria com primeira chance na seleção

Volante recebeu a notícia com desconfiança e se emocionou na primeira entrevista depois da convocação

Frederico Machado, iG Belo Horizonte |

Vipcomm
Henrique vem sendo um dos principais jogadores do Cruzeiro na Copa Libertadores
Entre as novidades na lista do técnico Mano Menezes está o volante Henrique, do Cruzeiro, de 25 anos. Quando chegou ao time mineiro, o volante passou pela desconfiança da torcida, já que seu início com a camisa azul não empolgou muito. Mas a regularidade, talvez seu ponto mais forte, conquistou os torcedores e agora o técnico da seleção, Mano Menezes. O atleta se emocionou ao saber da notícia de que tinha sido convocado no aeroporto.

No desembarque do Cruzeiro depois da viagem de volta de Ibagué, na Colômbia, não conseguiu conter as lágrimas no aeroporto de Confins. “Isso é tudo (choro). Uma mistura da convocação com alegria. Já estava chorando no avião. Esse é um choro de alegria por representar o nosso país”, explicou.

nullO jogador revelou que recebeu a notícia por meio de uma mensagem de celular enviada por sua esposa, ainda durante o vôo. O atleta e seus companheiros não acreditaram no primeiro instante. “Quando ele falou que tinha sido convocado, eu não acreditei muito. Mas mesmo assim dei os parabéns para ele”, disse o sempre irreverente atacante Wellington Paulista.

O volante só acreditou mesmo na informação quando o diretor de comunicação do Cruzeiro, Guilherme Mendes, disse que ele teria que dar entrevistas quando desembarcasse em Belo Horizonte. “Depois que recebi a mensagem, o Guilherme Mendes falou que eu teria de dar entrevistas. Não acreditei no primeiro momento, mas estou muito feliz”, ressaltou.

Henrique defenderá a seleção brasileira pela primeira vez no amistoso contra a Escócia, em Londres. O jogador está no Cruzeiro desde 2008 e já disputou 162 partidas pelo time mineiro, com 11 gols. O início de temporada de 2011 vem sendo seu melhor pelo Cruzeiro. O jogador fez questão de se lembrar dos seus companheiros que o ajudaram a viver esse momento. “Sempre trabalhei para estar aqui junto com meus companheiros que me deram suporte para este momento. A gente sempre luta para conquistar o melhor e trabalhei sempre pensando no melhor, a seleção brasileira”, concluiu.
 

Leia tudo sobre: CruzeiroHenrique

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG