Tamanho do texto

"Não faltou comprometimento, mas um jogo mais consistente", apontou o técnico do Sport após a final

O Sport até venceu o Santa Cruz por 1 a 0 na segunda final do Campeonato Pernambucano, no último lance do clássico em pênalti convertido por Marcelinho Paraíba, mas não evitou a festa rival com o troféu na mão. Na opinião do próprio técnico do Sport, o time não mereceu o título.

"Em momento algum neste campeonato nós empolgamos a nós mesmos. Não faltou comprometimento, mas faltou um jogo mais consistente", avaliou Hélio dos Anjos, fazendo menos críticas do que depois da derrota por 2 a 0, na ida da decisão, na Ilha do Retiro.

O treinador até elogiou seus comandados, definindo-os como "gigantes" pelo desempenho neste domingo, no estádio Arrudão repleto de torcedores da equipe da casa. Mas mandou um recado direto à sua diretoria: vontade não será suficiente para o time alcançar seu objetivo de voltar à Série A do Brasileiro.

"O Sport tem um passado glorioso? Sim. O pentacampeonato [pernambucano, entre 2006 e 2010] foi importante? Foi. Mas agora o Sport precisa esquecer seu passado. Teremos o campeonato mais difícil do mundo para nós: a Série B", alertou Hélio dos Anjos.