Operado no Rio, atacante recebeu mesmas orientações de quando estava no Corinthians

Adriano foi operado nesta sexta-feira no Rio de Janeiro com o objetivo de terminar de uma vez com as dores que sente no tendão de Aquiles esquerdo, local da sua cirurgia em 20 de abril de 2011, depois de rompê-lo em treino do Corinthians. No time paulista, Adriano recebeu as mesmas orientações que teve agora dos médicos do Flamengo que acompanharam a intervenção. Mas será que agora ele vai obedecê-las? Vote na enquete.

Leia também: “Não desisti ainda”, diz Adriano

No Corinthians, Adriano ignorou a recomendação de só pisar no chão depois de 15 dias da operação. Uma semana depois já estava passeando num shopping center do Rio . Agora, a recomendação é de ao menos seis semanas de imobilização.

Outra preocupação do Corinthians no pós-operatório de Adriano era com o peso do atacante, assim como é no Flamengo agora. Impossibilitado de se exercitar, o jogador pode engordar se não tiver uma alimentação regrada. No Corinthians, sem precisar estar no clube durante o início da sua recuperação, Adriano ganhou peso. Se atrasou na reapresentação e seis meses depois não entrou em campo nas melhores condições.

A falta de comprometimento de Adriano com sua recuperação no Corinthians foi tão grande, que os diretores do clube se viram obrigados a prendê-lo no CT para controlar sua alimentação . Ao longo da sua recuperação, Adriano faltou a treinos físicos sempre acobertados pelo Corinthians. No Flamengo, "na sua casa", ele promete que será diferente. Será?

Segundo médico do Flamengo, Adriano ficará pelo menos três meses parado
Agência O Globo
Segundo médico do Flamengo, Adriano ficará pelo menos três meses parado

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.