Com 75 anos, dirigente afirma que deseja realizar último mandato pela entidade antes de se aposentar

Há 36 anos na Fifa, sendo 13 como presidente, o suíço Joseph Blatter afirmou que ainda não terminou seu trabalho na entidade. Aos 75 anos, ele busca o quarto mandato consecutivo na eleição do próximo dia primeiro de junho.

Por enquanto, Blatter é candidato único, mas pode sofrer a concorrência do presidente da Confederação Asiática de Futebol, o catariano Mohamed Bin Hamman, que pretende anunciar sua decisão na próxima sexta-feira. Além dele, o jornalista norte-americano Grant Wahl também tem a intenção de disputar a direção do principal órgão do futebol mundial.

De acordo com o regulamento da Fifa, qualquer pessoa pode concorrer à presidência se tiver o apoio de pelo menos uma das Confederações que fazem parte da entidade.

"Ainda me sinto cheio de energia e não terminei meu trabalho na Fifa. Se houver competição, haverá competição. Tenho o apoio de muitas associações asiáticas, mas quero o apoio de toda a família da Fifa", afirmou o dirigente de 75 anos.

No entanto, caso eleito, este deve ser seu último mandato. "Chega um momento em que você realmente tem que parar, e quando você não é inteligente o suficiente para saber esse momento, Deus dá o recado", comentou.

    Leia tudo sobre: futebol
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.