Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Há 14 jogos sem marcar, Washington ganha apoio de Muricy

Atacante não balança as redes desde o último dia 15 de setembro, na derrota por 2 a 1 diante do Corinthians

Gazeta Esportiva |

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=esporte%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237859499713&_c_=MiGComponente_C

Escalado como titular pelo técnico Muricy Ramalho em Barueri neste domingo, Washington desperdiçou uma oportunidade incrível de marcar na partida diante do São Paulo e completou a 14ª partida de jejum. Ainda assim, o treinador mantém o apoio ao atleta e acredita que ele pode ser decisivo no Brasileiro.

"Eu também estou super sentido por ele, porque não desisto de jogador. Ele ficou em campo até onde eu achei que poderia. Tem que ver algumas coisas: ele é um atleta que nunca se machuca, nunca reclama de nada e está sempre pronto para treinar", afirmou o comandante.

Washington tem 10 gols no Campeonato Brasileiro, dois deles pelo São Paulo. O jogador não marca desde o último dia 15 de setembro, na derrota por 2 a 1 diante do Corinthians, pela 22ª rodada do torneio. Mesmo assim, na lista de artilheiros do Fluminense é superado apenas por Conca, que tem nove tentos.

AE
Washington desperdiça na cara de Rogério: atacante foi substituído por Rodriguinho

O centroavante perdeu uma grande chance de encerrar o jejum no último domingo. Aos nove minutos do segundo tempo, ele recebeu livre após cruzamento de Deco e chutou por cima. Minutos depois, o São Paulo empatou e Washington foi substituído por Rodriguinho.

"Não é um gol que se perca. Eu conheço o Rogério e sei que ele fecha muito bem por baixo. Tentei jogar por cima e peguei muito forte", explicou o jogador à "Rádio Eldorado/ESPN". Questionado se trocaria o longo jejum por um gol na última rodada, ele não teve dúvidas. "Se eu não fizer mais gols e acabar como campeão, está ótimo", disse.

O técnico Muricy Ramalho contou que o atleta se retratou pelo lance após a partida. "Ele veio falar comigo e pediu desculpas pelo gol perdido. Um homem que faz isso, você tem que ajudar. Não vou desistir e peço que a torcida também ajude", declarou o comandante.

Apesar da fase de escassez vivida por Washington, Muricy Ramalho ainda aposta no jogador. "Ele tem um histórico de gols e tenho a esperança que vai nos ajudar", disse o técnico. O jogador terá uma nova chance de quebrar o jejum às 17h (horário de Brasília) de domingo, contra o Palmeiras, em Araraquara.

Leia tudo sobre: campeonato brasileirofluminensefutebol

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG