Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Guinazu e Boca Juniors se aproximam

Direção do Inter diz que ainda não recebeu a proposta e não se anima com o valor falado pelos argentinos

Gabriel Cardoso, enviado iG a Bento Gonçalves |

Dirigentes do Boca Juniors e representantes do volante Guinazu se reuniram em Buenos Aires na noite de terça-feira. O saldo do encontro foi positivo, e as duas partes se aproximaram, conforme escreve o Diário Olé, da Argentina.

Estiveram na reunião o presidente do clube argentino, Jorge Amor Ameal e os vice-presidentes José Beraldi e Juan Carlos Crespi; além dos empresários Mario Paniego e Roberto Tesone, representantes autorizados pelo jogador a negociar. A oferta do Boca é de 1 milhão e meio de dólares (aproximadamente R$ 2 milhões e 500 mil). O jogador está de férias em Fortaleza, e participou de parte da reunião por telefone.

O Internacional aguarda pela proposta oficial. Nem o clube e nem Gilmar Veloz, empresário brasileiro de Guinazu, receberam a oferta. O vice de futebol Roberto Siegmann não descrata a saída, mas não se anima muito com o valor cogitado pelos argentinos.

“O acordo que temos é que para o futebol do exterior ele pode sair, mas no chegou proposta, se chegar temos que analisar. Este valor falado (R$ 2 milhões e 500 mil) não é muito alto. Para o Guianzu sair, teria que ser algo bom para ele e para o clube.”, diz Siegmann.

Guinazu já disse que tem muita vontade de defender o Boca Juniors. A imprensa argentina conta que dificilmente o clube de La Bombonera teria condições de bancar o salário que ele recebe no Inter, mas que o jogador estaria disposto a negociar por um valor menor. O futebol árabe também é uma alternativa. Clubes do Catar e dos Emirados Árabes teriam interesse.
 

Leia tudo sobre: InternacionalGuinazuBoca Juniors

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG