Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Guedes aguarda eleição para definir seu futuro na Portuguesa

Em 10 jogos com o treinador, equipe paulista conquistou sete vitórias, um empate e duas derrotas, ficando a apenas um ponto do acesso à Série A

Gazeta Esportiva |

Com excelente, mas insuficiente desempenho à frente da Portuguesa na reta final da Série B do Campeonato Brasileiro, o técnico Sérgio Guedes não tem pressa para definir seu futuro. O comandante não descarta continuar no cargo para 2011, mas prefere aguardar a eleição presidencial de 14 de dezembro para saber se terminará o ano desempregado ou não.

"Meu vínculo contratual com a Portuguesa acabou hoje, mas isso não significa que estou deixando o cargo. O clube passará por um processo eleitoral em dezembro e é preciso esperar", afirmou o técnico, em declaração ao site oficial do clube. No sábado, Guedes levou a equipe do Canindé à vitória contra o Sport, mas ficou sem o acesso porque o América-MG segurou o empate contra a Ponte Preta.

Assim, o time mais uma vez ficou no "quase" - terminou a Série B na quinta posição, um ponto atrás dos mineiros. Não fosse o treinador, que assumiu o comando na 29ª rodada, as esperanças poderiam ter acabado muito antes. Com Guedes, a Portuguesa tem desempenho de campeã: em 10 jogos, conquistou sete vitórias, um empate e duas derrotas - uma delas sofrida, por 2 a 1 para o rebaixado América-RN, no Canindé.

"Não gosto de fazer nenhum tipo de análise. Independente desses números, a Portuguesa não conseguiu o acesso e isso é o que interessa", minimizou o treinador, que tem aproveitamento de 73% dos pontos disputados, índice bem maior do que o registrado pelo Coritiba, campeão da Série B, nas 38 rodadas, por exemplo: 62%.

Leia tudo sobre: portuguesasérie btreinadores

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG