Publicidade
Publicidade - Super banner
Futebol
enhanced by Google
 

Guardiola se recusa a falar sobre o clássico diante do Real Madrid

Cada clássico parece o último e parece que o mundo vai acabar, reclamou o treinador, chateado com o excesso de questionamentos sobre a partida

Gazeta Esportiva |

O técnico do Barcelona, Josep Guardiola, não quer começar a falar do Real Madrid antes da hora. Em sua entrevista coletiva desta sexta-feira, ele ouviu perguntas sobre a equipe merengue, mas se recusou a responder, só querendo falar do Almería, adversário deste sábado.

"Por tudo o que se diz e o que significa esta partida, é melhor que eu esteja calado. O melhor nesta situação é o silêncio", disse o técnico, ao ser perguntado sobre os merengues.

Em seguida, ele completou, lembrando que o jogo é importante, mas o mundo não acaba com o clássico. "Não quero falar de Cristiano Ronaldo ou de Real Madrid. Sou egoísta. Nos convém que se fale muito do Almería, pois estamos preparados. Cada clássico parece o último e parece que o mundo vai acabar. Trataremos de fazer uma grande partida", limitou-se a dizer.

Em seguida, já falando do jogo contra o Almería, ele explicou a ausência de Eric Abidal entre os relacionados para o jogo. "Abidal está com uma pequena, pequena, pequena lesão e não podemos nos arriscar a perdê-lo por mais tempo", afirmou.

Um que ainda não está descartado é o zagueiro Gerard Piqué, mas Guardiola só definirá sua escalação neste sábado, dia da partida. "Se Piqué jogará ou não, só decidiremos amanhã (sábado). Temos que levar em conta o fato de ele ter quatro cartões amarelos, mas só saberemos neste sábado", sentenciou.

Barcelona e Real Madrid se enfrentam no dia 29 de novembro, uma segunda-feira. O jogo será no Camp Nou, estádio do Barça.

Leia tudo sobre: barcelonaespanhaespanhol 2010futebol internacional

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG