"O que ele já conseguiu na história do Barcelona, um clube centenário, é uma barbaridade", disse técnico

Após ganhar com louvor do rival José Mourinho o primeiro duelo das semifinais da Liga dos Campeões, o técnico do Barcelona , Josep Guardiola, teve uma aparição tranquila na sala de imprensa. Sensato e sem o incômodo que demonstrava para com o adversário na terça-feira, ele fez questão de exaltar a atuação de Messi e de valorizar a história do Real Madrid.

"Jogamos muito bem, fomos mais agressivos que nos últimos jogos. E tenho que destacar a sorte em ter o Messi. Com apenas 23 anos ele se tornou o terceiro maior goleador da história do Barcelona, um clube centenário. É uma barbaridade. Essa é a essência de nosso jogo", comentou, lembrando os feitos históricos dos merengues no torneio para não dar a classificação como certa.

"Uma equipe que tem nove Liga dos Campeões nunca se dá por vencida. Sempre vi, desde pequeno, como jogador, como treinador, e eles não se mostram derrotados. Com certeza saberão se preparar para o duelo", finalizou.

Confira fotos do clássico espanhol pela "Champions":

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.