Técnico do Barcelona ficou na segunda posição na edição passada, mas ficou com o título nesse ano

Guardiola faturou o prêmio de melhor treinador do ano pela campanha à frente do Barcelona
AFP
Guardiola faturou o prêmio de melhor treinador do ano pela campanha à frente do Barcelona
O técnico do Barcelona , Pep Guardiola, foi eleito nesta segunda-feira, em Zurique, na Suíça, o melhor técnico do ano pela Fifa. O espanhol deu o troco no treinador do arquirrival Real Madrid , José Mourinho, que levou o prêmio na edição passada da cerimônia. O outro finalista do prêmio foi o comandante do Manchester United , Alex Ferguson.

Leia mais: Messi iguala Ronaldo e Zidane e leva Bola de Ouro pela 3ª vez

"Eu gostaria de compartilhar essa honra com Sir Alex Ferugson e Mourinho, é uma honra ser colega de vocês. Quero dedicar esse prêmio a todos os apaixonados por esse esporte que há 100 anos trabalham no Barcelona e ajudaram a desenvolver um dos maiores clubes do mundo. Para mim, é um privilégio fazer parte da história desse clube magnífico que é o Barcelona ", disse Pep, que dedicou o prêmio ao auxiliar Tito Villanova, que sofreu com câncer em 2011.

Veja ainda: Gol de Neymar contra o Flamengo é eleito o mais bonito do ano

Guardiola fez uma temporada praticamente perfeita pelo Barcelona em 2010/2011. O espanhol foi campeão nacional pelo Barça , além de faturar o título da Liga dos Campeões da Europa e do Mundial de Clubes .

E mais: Japonesa bate marca e fica com o prêmio de melhor jogadora do ano da Fifa

Entre as seleções femininas, o técnico da equipe japonesa, Norio Sasaki ficou com o título de melhor técnico do ano. Concorriam com Sasaki, Bruno Bini, treinador da França e Pia Sundhage, que dirige a equipe da Suécia.

A Federação Japonesa também ganhou o prêmio "Fair-Play" da entidade, devido à recuperação que apresentou no ano passado após o terremoto que abalou o país asiático em março.

Veja fotos da cerimônia desta segunda-feira em Zurique, na Suíça:

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.